Acusado de matar o primo a facadas há 17 anos em Olho D'água das Cunhãs é preso em Bacabal

06/12/2016

A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio de investigadores da 16ª Delegacia Regional de Bacabal, cumpriu mandado de prisão preventiva que estava em aberto há vários anos em desfavor de Cristiano Araújo Sousa, de 40 anos de idade.

Cristiano que atualmente reside em Bacabal e trabalha com propaganda volante em uma bicicleta é acusado de homicidar, em junho de 1999, seu primo Antonio Moreira Chaves, o “Gudu”, com duas facadas na altura do peito, fato este ocorrido no povoado Fortaleza dos Gustavos, zona rural do município de Olho D’água das Cunhãs.

Motivação

De acordo com informações, Cristiano teve um desentendimento com duas filhas da vítima que, ao tomar conhecimento, foi pedir explicações para o acusado. Na discussão Cristiano desferiu duas facadas em "Gudu" que não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Na época foi instaurado inquérito que virou processo criminal. Pelo fato do acusado não ter sido localizado foi necessária uma citação por edital e, posteriormente, o processo suspenso e a prisão decretada.

O delegado Luige Conte, titular do 2º Distrito Policial, afirmou que, apesar de já terem se passado 17 anos, o crime não prescreveu e Cristiano responderá pelo homicídio, devendo  ir à Juri Popular em Olho D’águas das Cunhãs.

Cristiano é pessoa bastante conhecida em Bacabal por chamar a atenção pela forma que se veste ao trabalhar. Usando chapéus e várias indumentárias chamativas ele percorre de bicicleta as ruas da cidade fazendo anúncio de eventos e lojas ou participando de eventos públicos.

Leia também

Next
Faça seu comentário

3 comentários: