PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

O que disseram as urnas em Bacabal? (Parte 1)

Passado x Presente

-Que Zé Vieira, no auge dos seus 82 anos, ainda é a maior liderança política do município e o único que seria capaz – e foi – de superar nas urnas (mesmo que por pouca diferença) o favoritismo do deputado Roberto Costa (PMDB) que, a partir de agora, se consolida como um nome de peso na política local, pois nenhum outro além dele travaria uma disputa voto a voto com o ex-prefeito como aconteceu na eleição desse domingo (2). Somos sabedores que se não fosse a votação expressiva que Zé Vieira recebeu em um ou outro povoado da zona rural, à exemplo de Bela Vista, certamente não sairia vencedor dessa primeira batalha que só terá seu desfecho final nos tribunais e que, muito provavelmente, manterá a nulidade de seus votos.

Compra de votos

-Que a força da máquina pública e/ou financeira usada para beneficiar determinados candidatos ainda faz a diferença. Foi com ela que o atual prefeito Zé Alberto, mesmo com alto índice de rejeição, conseguiu fazer triunfar pelo menos dois dos seus candidatos a vereador: Alberto Sobrinho (986 votos) e o jovem Alex Abreu (1.213 votos) que sabiamente soube unir poder e carisma.

A força do PMDB

-Que a votação dos candidatos a vereador do PMDB ultrapassou o número de 10 mil votos (10.841), fazendo da legenda a com a maior representatividade na Câmara Municipal (5 vereadores).

Decepção

-Que o grupo Florêncio talvez tenha sido o grande derrotado desse pleito, já que sequer elegeu um dos seus candidatos a vereador – cito Professora Margarida (566 votos) e Paulo Campos (477 votos) - e o PHS, partido sob seu comando, obteve no total a inexpressiva votação de 2.772, isso graças ao jovem médico Dr. Lula, que mesmo sendo preterido pela cúpula da família Florêncio, conseguiu se eleger em 14º lugar com 836 votos.

A Verdade

-Que o Blog do Sérgio Matias e os apresentadores Randyson Laércio (TV Difusora) e Jota Erry (TV Nova Esperança) falavam a verdade quando diziam que os votos dados à Zé Vieira seriam anulados, isso mesmo sendo alvo de sistemática campanha difamatória na emissora de propriedade do ex-prefeito, que agora terá que explicar para a população porque o Tribunal Superior Eleitoral e nem sequer qualquer outro órgão de imprensa do país dão os votos de Zé Vieira como validados.

Voto de protesto

-Que o fenômeno “Verdureiro Manoel Ceará” (eleito a deputado estadual em 2002 como forma de protesto) se repetiu. O vendedor de algodão doce, Joãozinho (SD), foi eleito a vereador com a votação de 1.328 votos.

4 comentários:

  1. Zé Vieira só ganha eleição por causa do interior, porque lá rola muito dinheiro.

    ResponderExcluir
  2. Verdade meu amigo
    Até agora estou indignada com o resultado dessa eleição. Só espero que o TRE mantenha a decisão honrosa da primeira instância é faça valer a lei da ficha limpa.

    ResponderExcluir
  3. Verdade teve uns candidatos a vereadores q fizeram foi comprar Voto infelizmente comprava casado Zé Vieira e tal vereador pq se não fosse assim ele não teria se elegido, não pela pessoa do Zé Vieira e sim pelo consórcio e como na zona rural ainda tem muitas pessoas leigas em informações infelizmente acreditaram na mentira que ZÉ VIEIRA teria seus válidos.Mais tenho certeza q justiça irá fazer seu papel de ser cumprida a lei.

    ResponderExcluir
  4. Foi o que eu pensei o mesmo com o Joãozinho do algodãozinho a mesma coisa que aconteceu com Ceará é só se arriscar e acreditar nele quem sabe ele não vai dar um exemplo de honestidade com o povo e nem um vereador até agora não faz nada pelo povo

    ResponderExcluir

Denúncias, críticas, reclamações e/ou sugestões devem ser enviadas para o email blogdosergiomatias@gmail.com ou via aplicativo whatzApp (99) 8217-3212.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...