PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

COVARDIA! Bandidos agridem fisicamente e arrastam pelo asfalto professor da zona rural. O crime pode ter motivação política

José Monteiro Nobre Filho, de 39 anos de idade, morador do povoado Brejinho, zona rural de Bacabal, concedeu entrevista [ao vivo] ao apresentador Randyson Laércio durante o programa Ronda na Difusora para denunciar que, por volta da 0h45 da madrugada desta quinta-feira (6), ele foi agredido fisicamente por três indivíduos encapuzados que ainda tentaram lhe arrastar para o interior de um veículo estacionado a poucos metros de sua residência, naquela localidade.

Professor Monteiro, como é mais conhecido, disse que estava sozinho em casa assistindo TV, quando de repente faltou energia, mas, logo pôde observar pela fresta da porta que a interrupção não havia ocorrido na vizinhança. Por esse motivo ele resolveu sair até a calçada para verificar se alguém havia desligado o contador da Cemar, aí então que ele foi surpreendido com uma forte pancada na cabeça, que não sabe precisar se teria sido de um cabo de revólver (coronhada) ou uma barra de ferro.
Além das agressões físicas, Professor Monteiro foi arrastado pelo asfalto, pois a intenção do trio era lhe levar para o interior do Ford/KA, de cor branca, modelo novo, que foi deixado a uns vintes metros, em frente a um clube social.

Temendo ser executado, o professor resistiu e começou a gritar pedindo socorro, foi então que os indivíduos lhe soltaram e empreenderam fuga sem serem identificados. Eu percebi que se eu entrasse naquele caso, não estaria aqui neste momento, disse o professor, que ainda chegou a rasgar a camisa de um dos agressores.

Com ferimentos pelo corpo e na cabeça, professor Monteiro veio para a sede do município onde recebeu atendimento médico no Hospital Regional Laura Vasconcelos. Ele reclama que também esteve - na companhia da mãe - na Delegacia do 1º DP para registrar queixa, no entanto, o distrito policial estava de portas fechadas.

Monteiro é nascido no Brejinho e pessoa bem quista em todo o povoado, por essa razão, a desconfiança dele e de todos é que o crime tenha motivação política, já que o professor também tem forte liderança política no local, tendo apoiado os candidatos Roberto Costa (prefeito eleito) e Natália Duda (vereadora eleita).
A única coisa que fiz no Brejinho foi pedir votos, eu como cidadão tenho esse direito. Eu agora estou com medo, estou com medo, mas quero deixar bem claro, quem fez isso comigo, fez uma injustiça”.

A vítima já retornou para o convívio familiar e espera agora que as providências sejam tomadas no sentido de identificar os autores dessas agressões que, provavelmente, terminaria em execução. 

6 comentários:

  1. É uma pena esperar justiça com essa nossa falta de justiça,esse caso é mais um sem explicação,sem solução,sem culpados julgados e condenados,esse é o nosso Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Eu espero que Roberto Costa,Senador João Alberto e o Federal João Marcelo tome sérias providências para não acontecer com outras pessoas.

    ResponderExcluir
  3. Gente isso é injustiça o que fizeram com Monteiro.nasci em Brejinho morei la at meus 15 anos.sempre vou vizita-lo.Monteiro é um jovem super legal não faz mau pra ninguém.Estou triste com esse tipo de Gente em Brejinho.

    ResponderExcluir
  4. Sou de Bacabal mais de nome como ser humano e cm professor sempre soube que é um excelente profissional

    ResponderExcluir
  5. É claro que esses bandidos sabemos de quem estão a serviço.

    ResponderExcluir
  6. BACABAL-MA.

    FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DE BACABAL PEDEM SOCORRO AO BLOG DO SERGIO MATIAS

    SERGIO MATIAS, pelo amor de Deus, faça algo pela gente, o salário da Prefeitura de Bacabal-Ma, aqui Um GRITO de socorro por nossos salários atrasados. De acordo com a lei, os salários devem ser pagos mensalmente, ou seja, em dias. SERGIO MATIAS. nós os trabalhadores estamos sofrendo com o atraso no pagamento, situação que pode levar a sérios transtornos. O salário do funcionalismo do município de Bacabal-Ma, na saúde tem 03 meses de atraso, funcionário publico do terminal rodoviário de Bacabal-Ma, 03 meses já partindo para o quarto mês, mercado da rodoviária 02 meses, mercado central 02 meses. mercado da Vila São João, 02 meses, e por ai vai. SERGIO MATIAS faça algo por nós, você pode até vir ou ir presenciar de perto essa coisa em Bacabal-Ma, que você vai ver o GRITO, desses funcionários, nós os funcionários, é de contar coração. SERGIO MATIAS o atraso do salário pode causar vários transtornos na nossa vida, principalmente nos casos daqueles que dependem do dinheiro para pagar o aluguel, a mensalidade da escola dos filhos e toda a despesa da casa (luz, telefone, água, gás...

    ResponderExcluir

Denúncias, críticas, reclamações e/ou sugestões devem ser enviadas para o email blogdosergiomatias@gmail.com ou via aplicativo whatzApp (99) 8217-3212.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...