PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

R$ 500 MIL: Jornalista da capital fala de suposta compra de liminar do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão

O jornalista Marcelo Vieira, de São Luís, denunciou em seu blog que teria recebido a informação dando conta que o candidato a prefeito de Bacabal,  Zé Vieira (PP), teria dito que estava indo para a capital maranhense com cerca de 500 mil reais para comprar uma liminar e garantir o registro de sua candidatura. Ainda de acordo com o jornalista, a negociação estaria prevista para acontecer nesse final de semana e que ele [Zé Vieira] já contaria como certo o resultado favorável. Leia.
Impedido se ser candidato a prefeito de Bacabal pela Justiça Eleitoral, o ex-prefeito Zé Vieira parece não desistir de retornar ao poder. Ele está em São Luís para negociar uma liminar no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA).  Zé Vieira teria dito que estava indo para a capital maranhense com cerca de 500 mil reais para comprar uma liminar e garantir o registro de sua candidatura. A negociação estaria prevista para acontecer nesse final de semana, que ele já conta como certo.
Na última terça-feira,06, Zé Vieira (PP) teve sua candidatura indeferida e não pode disputar as eleições de 2016. Ele foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa e deve ficar inelegível durante oito anos.
Ele figura na lista de gestores com contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas da União. Verdadeiro ficha suja, Zé Vieira tem mais uma vez a cara de pau de tentar negociar a compra de decisões favoráveis.
Ao espalhar esse tipo de comentário, o ex-prefeito ficha suja desmoraliza a Justiça Eleitoral do Maranhão, que é a responsável pela lisura das eleições.
O blog informado que ele tem sido monitorado desde quando surgiram os primeiros rumores de que ele tentaria comprar decisões no TRE-MA.
Zé Vieira tem nada mais nada menos do que seis condenações pelo TCU, todas com decisões transitadas em julgado.
Vale destacar que o entendimento do STF de que aos tribunais de contas cabe apenas auxiliar as Câmaras Municipais no julgamento de contas não se aplica ao TCU. Por isso, candidato que figurar na lista do órgão corre sério risco de ficar fora das eleições. Como ficou o ex-gestor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...