PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

banner-OUTUBRO-valendo-1.gif

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Mesmo com servidores quase passando fome com salários em atraso, Zé Alberto e família Veloso entram de cabeça em campanha eleitoral para eleger novo prefeito de Bacabal

Prefeito Zé Alberto orientando Jaime Rocha, assessor direto de Zé Vieira e um dos coordenadores da campanha ao lado de Gilberto Lacerda e Carlinhos Florêncio.
Quando concedeu entrevista para sua assessoria anunciando que abriria mão de concorrer à reeleição, José Alberto Veloso, atual prefeito de Bacabal, esquivou-se de declarar apoio a alguém, liberando inclusive seus correligionários e servidores a escolherem livremente um candidato a prefeito em quem votar.

Coação

Na prática, essa liberdade nunca existiu e desde então os servidores da prefeitura municipal passaram a ser coagidos de todas as formas, sendo ameaçados de perder o emprego ou até ficar sem receber salários. Numa dessas reuniões, o secretário municipal de educação Carlos Gusmão foi flagrado dando pressão em diretores e coordenadores da pasta. Reveja.
Pouco tempo depois lá estavam todos os partidos sob o comando do grupo político do atual prefeito reforçando a corrente de apoio ao candidato a prefeito Zé Vieira (PP).

Apesar da clara demonstração de união, em virtude dos altíssimos índices de rejeição popular de Zé Alberto, a coordenação da campanha vinha fazendo de tudo para não associar as imagens dos dois. Nas redes sociais, por exemplo, teve assessores de Zé Vieira que chegaram ao ponto de zombar de Zé Alberto enquanto ao mesmo tempo correligionários do atual prefeito exaltavam o nome do ex.

Se vendo totalmente excluído do processo eleitoral, Zé Alberto colocou o pé na parede e desde o início desta semana decidiu que, não mais ficaria no anonimato como era o desejo dos seus novos aliados, mas que entraria de corpo e alma na campanha para eleger Zé Vieira como seu sucessor.

E ao que tudo parece, Zé Alberto chegou chegando e já fazendo algumas exigências, entre as quais, que o seu guru político, empresário Gilberto Lacerda, passasse a fazer parte da coordenação da campanha - Gilberto Lacerda assume coordenação da campanha de Zé Vieira a pedido do prefeito de Bacabal.


Rico é Rico

 

Zé Alberto também determinou que, além dos assessores mais próximos, como o empresário Rongey Mourão, mais conhecido como “Rico é Rico”, toda a família Veloso também caísse em campo.


Adesivaço


Em um evento de campanha denominado de “Adesivaço do 11”, por lá estavam quase todos os carrões de luxo da prole veloziana. Parentes e aderentes desfilam agora pela cidade com seus veículos adesivados.

 

O próprio Zé Alberto, sua esposa Sílvia Veloso, e o deputado federal Alberto Filho (PMDB) fizeram o mesmo.
Carro de Sílvia Veloso, primeira-dama e secretária de Assistência Social, todo adesivado
e estacionado em frente ao prédio onde ela trabalha.
Prefeito Zé Alberto fazendo sinal de positivo ao se despedir de Jaime Rocha.
Traseira da caminhonete do deputado federal Alberto Filho adesivada como determinou Zé Alberto.
Prefeito Zé Alberto e Alberto Filho seguindo para reunião na casa de Gilberto Lacerda para tratar
de assuntos relacionados aos novos rumos da campanha.
Prefeito e deputado federal já próximos da casa do novo guru de Zé Vieira.

Cadê o dinheiro que estava aqui?

 

A preocupação agora dos servidores contratados da Prefeita de Bacabal é saber até que ponto esse engajamento da família Veloso na campanha eleitoral de Zé Vieira irá piorar a situação financeira do município, e se terá outro destino o dinheiro que por ventura vier a aparecer para colocar seus vencimentos em dia.


O certo mesmo é que os pais e mães de família que trabalham para o município estão com o pires na mão e alguns parados, deixando os serviços públicos prestados pela prefeitura de mal a pior.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...