Prefeito de Bacabal Zé Alberto contrata marqueteiro para impulsionar campanha de Zé Vieira

28/08/2016
Fabão acompanha todos os passos de Zé Vieira.
Na campanha eleitoral de 2012 Bacabal se enchia de expectativa, seus moradores pareciam, enfim, ter encontrado a pessoa certa para comandar administrativamente o município. Sem vícios de bebedeiras, sem noitadas no carteado, sem a má fama de mandar bater nas pessoas e muito menos mandar assassina-las, José Alberto Veloso era esse nome, porém, faltava a “cereja do bolo”, alguém que conseguisse fazer o povo acreditar que o pecuarista entendia de gado e também de gente, e assim foi feito.

Famoso no Maranhão, o marqueteiro conhecido como “Fabão” foi contratado e deu início a criação do mito Zé Alberto que passou a ser ovacionado e carregado nos braços por onde ia. O fato é que a estratégia deu certo e Zé Alberto passou por cima dos concorrentes como um trator.

Quatro anos depois, “Fabão” retorna a Bacabal pelas mãos do agora prefeito Zé Alberto. Sua missão é ajudar a eleger seu sucessor, no caso o ex-prefeito Zé Vieira (PP).

O marqueteiro de Zé Alberto, como já explicado em outra postagem do Blog do Sérgio Matias, curiosamente recebeu como principal missão desvincular o nome dos dois, ocultar a aliança e evitar que o desgaste da administração de Zé Alberto respigue na campanha de Zé Vieira - Marqueteiro tem missão de ocultar aliança política do grupo do ex com o atual prefeito de Bacabal.

 

Diante das incertezas da inelegibilidade e das condições de saúde de Zé Vieira, “Fabão” também agora se dedica a passar para à população a imagem de um candidato, de 82 anos de idade, cheio de vigor, mesmo que no intervalo de uma pirueta e outra, hajam pernas inchadas e internações.


Para se convencer que o ex-prefeito segue suas orientações à risca, o marqueteiro de Zé Alberto tem acompanhado a campanha de perto e, inclusive, ido aos eventos, que, pelo menos até que se decida quem verdadeiramente é o candidato [se o próprio Zé Vieira ou um substituto], ainda se restringem a visitas em mercados públicos, como ocorrido na manhã deste domingo (28), na área do Terminal Rodoviário.

Leia também

Next
Faça seu comentário

23 comentários: