PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

banners-novembro-1.gif

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

"O que esse deputado está fazendo é um crime, é um escândalo, é uma imoralidade", dizia Zé Vieira de Carlinhos Florêncio o acusando de enganar trabalhadores rurais

Como é sabido, o deputado estadual Carlinhos Florêncio (PHS) foi com todo seu grupo político um dos cabos eleitorais de Edinho Lobão, candidato a governador da família Sarney na eleição de 2014. Há quase seis anos na Assembleia Legislativa, Carlinhos passou os quatro primeiros compondo a bancada governista que dava sustentação ao governo Roseana.

Foi nessa época que o então deputado federal Zé Vieira (PR) disse à reportagem do Jornal Pequeno, em 31 de janeiro de 2014, que denunciaria Carlinhos Florêncio por prática de crime eleitoral na região do Mearim. “Vou fazer denúncia à Justiça, à Polícia Federal e ao Ministério Público contra o deputado Carlinhos Florêncio, porque ele está enganando lavradores, prevalecendo-se de pessoas humildes, cometendo dois graves crimes em nossa região”, afirmou Zé Vieira.

Segundo ele, o deputado Carlinhos Florêncio, em parceria com o secretário de Agricultura do Estado, Cláudio Azevedo, trouxe para Bacabal um projeto de apoio ao pequeno produtor rural que estaria sendo completamente desvirtuado. “Em vez de apoiar as pessoas pobres, para que elas possam lavrar a terra, o deputado Carlinhos Florêncio está é ganhando dinheiro com o aluguel de tratores do governo e está distribuindo sementes e adubos somente para as famílias pobres que assumem o compromisso de arranjar votos para ele”, denunciou Zé Vieira.
De acordo com a denúncia, o deputado Carlinhos Florêncio estaria fazendo politicagem com o serviço de tratores alugados pelo governo. E para isso teria montado um esquema que age em nome de uma Associação de Criadores fantasma, comandada por um senhor conhecido como ‘Seu Eudes da Trizidela’.
Esse Seu Eudes da Trizidela age como um testa-de-ferro do deputado Carlinhos Florêncio, com o objetivo de se locupletar à custa de um programa do governo. Eles montaram uma Associação de apenas 15 pessoas, presidida por Seu Eudes, para fazer isso com gente humilde em Bacabal”, afirmou Zé Vieira.
Segundo o deputado, os lavradores fornecem o óleo e ainda são obrigados a pagar R$ 70 ou R$ 80 por cada hora de aluguel de cada trator, em Bacabal. “Esses tratores prestam serviço a um programa do governo. É proibido por lei que eles sejam alugados. Mas em Bacabal o deputado Carlinhos Florêncio está fazendo a coisa completamente errada”, disse Vieira.
Zé Vieira foi enfático ao frisar que iria formular denúncia contra Carlinhos Florêncio na Polícia Federal, na Justiça Eleitoral e no Ministério Público: “O que esse deputado está fazendo é um crime, é um escândalo, é uma imoralidade. Ele pode ter seu mandato cassado e perder seus direitos políticos”, advertiu Zé Vieira.
Florêncio rebate

Ouvido por telefone pela reportagem do Jornal Pequeno, o deputado Carlinhos Florêncio afirmou que a denúncia feita pelo deputado Zé Vieira é totalmente descabida. “Não tem nenhum fundamento esta acusação. Os tratores em questão foram doados para comunidades pobres mediante emenda parlamentar de nossa autoria”, declarou Carlinhos.

Hoje, Carlinhos Florêncio, ex-aliado dos Sarneys, imputa ao clã as responsabilidades pelas mazelas em Bacabal e faz juras de amor a Flávio Dino (PCdoB) de quem, como Roseana, tem recebido muitos favores em troca de apoio.

Zé Vieira, que antes mentia afirmando que denunciaria Carlinhos à Justiça, à Polícia Federal e ao Ministério Público, hoje o tem como aliado e principal coordenador.

O fato é que o deputado não foi o primeiro a ser alvo das infâmias do ex-prefeito, e nem será o último. Quem não se recorda de adjetivos pejorativos como “cadela no cio”, “essa rapariga”, “nêgo veado e ladrão de gado”, “cumpadi corno”, “deputado boneca”, “aleijado”...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...