PUBLICIDADE

terça-feira, 9 de agosto de 2016

NEM MEL, NEM CABAÇA! Depois de “forçar” Liduína Tavares a desistir da candidatura, Jansen Penha se desliga oficialmente do PDT

Jansen já foi candidato a deputado federal
pelo PDT.
Em oficio protocolado na Justiça Eleitoral na manhã desta terça-feira (09) Jansen Penha, que já havia renunciado da presidência da Comissão Municipal do PDT, em Bacabal, oficializou sua desfiliação do partido.

Jansen havia sido apontado pela própria professora Liduína Tavares como o principal responsável por sua desistência em concorrer a prefeitura pela legenda, o taxando inclusive de autoritário e machista: "Boa tarde, amigos e amigas do grupo [do Whatsaap]. Neste exato momento estou saindo no meio de uma reunião partidária e estou sendo forçada a abrir mão da candidatura a prefeita pelo PDT. Nao concordo com as alianças que estao sendo feitas. Durante um ano estamos juntos construindo o projeto do povo de Bacabal para o povo de Bacabal e chegamos às vésperas da convenção rompendo com o autoritarismo e o machismo do presidente da Comissão Municipal do PDT.

Liduina acusou também o agora ex-colega de partido de ter sido o cabeça da articulação para lhe tirar o direito de concorrer: Eles se articularam pra me tirarem candidata a prefeita porque sabem que uma primeira ação seria auditar as contas publicas. Eles tem medo por isso fazem de tudo pra nos afastarem do mundo da politica. Estou a disposição de todos os pré-candidatos a vereador do nosso partido. Obrigada. A luta continua".

Naquela oportunidade, em conversa com o titular do blog, Jansen Penha disse que o partido entendia que uma candidatura própria e isolada seria inviável, já que a legenda teria vinte e dois pré-candidatos a vereador.

Durante as articulações Jansen flertou com várias possibilidades, inclusive, a de lançar seu próprio nome como candidato a prefeito pelo PDT ou compor como vice, por exemplo, na chapa encabeçada por Graciete Lisboa, do PSL.

Jansen também ainda teria tentado impor seu nome como candidato a vice-prefeito de Roberto Costa, isso após o diretório estadual do PDT, através do deputado federal Weverton Rocha, decidir pela coligação com o Partido do Movimento Democrático do Brasil.

No final, nem uma coisa nem outra. Nem mel nem cabaça.

3 comentários:

  1. Tô com Jansen Penha

    ResponderExcluir
  2. Muito incompetente essa curriola da esquerda em Bacabal. Foi muito esturro pra pouca competência. Fraquíssimos.

    ResponderExcluir
  3. O PDT, que já foi de Jackson Lago, hj é de Weverton Rocha. Lamentável. O cara simplesmente vende a legenda.

    ResponderExcluir

Denúncias, críticas, reclamações e/ou sugestões devem ser enviadas para o email blogdosergiomatias@gmail.com ou via aplicativo whatzApp (99) 8217-3212.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...