PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Hospital Macrorregional de Santa Inês será inaugurado nesta quinta-feira (25); Bacabal deverá ficar para setembro

Hospital do Estado em Santa Inês.
O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), entrega nesta quinta-feira (25), às 9h, uma nova unidade de saúde referência para as regiões de Santa Inês, Zé Doca e Pindaré-Mirim, com atendimentos hospitalares nas áreas clínica, ambulatorial, UTI’s adulto e infantil e cirúrgica.

Diversas especialidades médicas estarão disponíveis para a população carente de serviços básicos de saúde. Com 116 leitos e um investimento de mais de R$ 22 milhões, a unidade oferece serviços de análises clínicas, exames de radiologia, ultrassonografia, tomografia, eletrocardiografia e endoscopia.

Com relação aos serviços especializados, o hospital possui leitos regulados em dois tipos de clínica – médica e pediátrica –, cirurgia geral e ortopédica, Unidade de Terapia Intensiva Adulto. Para a parte ambulatorial, a unidade conta com cardiologia, gastroenterologia, neurologia, enfermagem, pediatria, ortopedia, nefrologia, fisioterapia, serviço social e psicologia.

O Macrorregional Tomás Martins tem capacidade para cobrir mais de 200 mil pessoas da região com 26 consultórios clínicos, 26 pediátricos, 26 ortopédicos, 26 cirurgia geral e 12 para UTI adulto. Mais de 400 funcionários e oito equipes médicas compõem o quadro do hospital com previsão de atender mais de 800 atendimentos por dia, entre consultas e exames.

A unidade possui ainda o Serviço de Apoio Diagnóstico e Tratamento (SADT), com análises clínicas, exames de radiologia, ultrassonografia, agência transfusional, ecocardiograma, tomografia, eletrocardiografia, endoscopia digestiva, diálise (paciente interno).

A regional de saúde de Santa Inês contava apenas com uma unidade de saúde municipal e cinco clínicas particulares para atender a área, composta por quatro municípios da região de Zé Doca e 12 pertencentes à de Santa Inês.

Bacabal
Hospital do Estado em Bacabal.
Em relação à entrega do novo Hospital Regional Laura Vasconcelos, prevista para acontecer ainda neste mês de agosto, deverá fica para setembro, já que até o momento nem os servidores seletivados foram convocados para assumir seus postos de trabalho. Quem procura a unidade de saúde se depara com as portas ainda fechadas e apenas um aviso fixado na parede com um número telefônico de contato.

O entrega do hospital de Bacabal é aguardada com expectativa desde o último mês de fevereiro, primeiro prazo dado para o término da reconstrução.

5 comentários:

  1. Se depender do governo Flávio Dino vão esperar para inaugurar só em 2018 quando João Alberto assumir o governo do Estado.

    ResponderExcluir
  2. GOSTARIA DE SABER, SE VAI SER INAUGURADO SÓ OS HOSPITAIS. SEM NADA, SEM MEDICOS E EQUIPAMENTO... DA NO MESMO

    ResponderExcluir
  3. O hospital regional de Bacabal tem apenas 50 leitos não resolver o problema de Bacabal. E tbm p hospital tomaz martins em sta ines não e essa maravilha que o blog estar falando la parece um chiqueiro.

    ResponderExcluir
  4. Uma vergonha para Bacabal. Mentiram dizendo que o hospital de Bacabal iria ser Macrorregional... Nada disso. Somente regional... Uma vergonha... Quantos políticos, mas nenhum fala a respeito disso...

    ResponderExcluir
  5. ese governador tá perdido igual ao deputado dele aqui em bacabal.

    ResponderExcluir

Denúncias, críticas, reclamações e/ou sugestões devem ser enviadas para o email blogdosergiomatias@gmail.com ou via aplicativo whatzApp (99) 8217-3212.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...