VEJA VÍDEO: Diretor do Socorrão de Bacabal tenta impedir trabalho da imprensa durante inspeção surpresa do Ministério Público Federal

13/07/2016
Jacob Veras tentando tomar equipamento do
cinegrafista Valdo Lima.
Movida por denúncias recentes da população, foi feita, na manhã desta quarta-feira (13), uma inspeção nas dependências do Pronto Socorro Municipal de Bacabal por uma equipe do Ministério Público Federal (MPF/MA), por meio da Procuradoria da República de Bacabal (PRM/Bacabal), que tinha à frente o procurador Francisco de Paula Vitor Santos Pereira, que se comprometeu a divulgar relatório no prazo de até 30 dias.

Na ação, que contou com o apoio de policiais rodoviários federais, foram ouvidos funcionários, diretores e, principalmente, os usuários. Registros fotográficos também foram feitos, inclusive, de uma caminhonete que chegou naquela unidade de saúde durante a inspeção, carregada por caixas de medicamentos e matérias básicos para atendimento.

O procurador da República solicitou à população que, caso necessite formular alguma denúncia, faça no prédio da Procuradoria da República de Bacabal, localizada na praça Nossa Senhora da Conceição, próxima a igreja matriz.

Atitude inaceitável

Durante a inspeção, a imprensa se fez presente e uma situação lamentável envolveu o diretor do Pronto Socorro Municipal, Jacob de Oliveira Veras, que, sem motivos aparentes, tentou impedir o trabalho dos profissionais da TV Mirante, colocando as mãos na câmera do repórter cinematográfico Valdo Lima e, pior, puxando o repórter Fábio Costa pelo braço com a intenção de retira-lo do interior do hospital.
Diretor com dedo em riste insiste para o
repórter sair das dependências do hospital.
As agressões foram registradas pela equipe da TV Difusora.

Nas imagens, é nítido o descontrole emocional do diretor que deixa clara sua mágoa com o repórter Fábio Costa devido a outro episódio ocorrido também no Pronto Socorro Municipal.

O certo é que, além de prestar um trabalho reprovado pela maioria absoluta da população, os gestores do sistema de saúde do município são useiros e vezeiros da prática de criar fatos negativos para a imagem da administração municipal.

Veja vídeo.

Leia também

Next
Faça seu comentário

50 comentários: