PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Médico Dr. Salazar registra boletim de ocorrência contra SAMU de Bacabal

Equipe do Samu atendendo a idosa.
A demora de aproximadamente três horas para o atendimento da idosa Maria da Conceição Moraes Salazar, matriarca da família Salazar, de São Luís Gonzaga do Maranhão, que enfrentava sérios problemas de saúde e precisava ser levada de ambulância para uma unidade de maior porte e melhores condições clínicas em São Luís, acabou gerando outro imbróglio entre o médico cirurgião Raimundo Nonato Salazar - um dos filhos de Maria da Conceição -, e a Secretária Municipal de Saúde de Bacabal, já que o mesmo alega que o estado de saúde de sua genitora teve o quadro de saúde agravado em razão do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ter demorado na prestação de socorro, motivando a família a processar civilmente o município de Bacabal, por atendimento improvidente.

O fato ocorreu na noite desta segunda-feira (04) em São Luís Gonzaga do Maranhão e a idoso já se encontra internada em um hospital da nossa capital, entretanto, o médico lavrou boletim de ocorrência registrando que fez contato com o SAMU de Bacabal solicitando o atendimento, que ouviu da direção do órgão a informação de que uma ambulância dotada das devidas condições de translado seria encaminhada, mas, que, em seguida a direção mudou de posição informando que seria necessário que o médico postulasse o serviço diretamente ao secretário municipal de saúde ou ao prefeito da cidade.

Dr. Raimundo Salazar diz que se recusou a fazer esse tipo de contato argumentado que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência é um bem público, cujo deslocamento é demandado pelo estado de gravidade da saúde do paciente, e que, diante da recusa, comunicou, então, o fato a uma de suas irmãs, a desembargadora Ângela Moraes Salazar. A desembargadora, por sua vez, também fez contato com a direção do SAMU, sendo que a direção manteve o posicionamento já explicado ao médico.

Dr. Raimundo Salazar fez constar também no boletim que a presença da ambulância e a remoção de sua mãe só aconteceram depois de três horas de decorrido o pedido de socorro.

A Secretaria de Bacabal ainda não se pronunciou sobre o caso.
Secretário Kelcimar e médico Dr. Salazar.
Em maio desse ano Dr. Raimundo Salazar, após se desligar do quadro funcional dos dois hospitais públicos municipais de Bacabal, concedeu entrevista a TV Difusora onde fez sérias denúncias da gestão do enfermeiro Kelcimar Virgino Silva a frente da secretaria, fato repercutido em toda a imprensa bacabalense, inclusive, com ampla divulgação do Blog do Sérgio Matias. Dias depois o Ministério Público do Maranhão anunciou que as denúncias já estariam sendo investigadas e testemunhas ouvidas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...