PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Médico Dr. Salazar registra boletim de ocorrência contra SAMU de Bacabal

Equipe do Samu atendendo a idosa.
A demora de aproximadamente três horas para o atendimento da idosa Maria da Conceição Moraes Salazar, matriarca da família Salazar, de São Luís Gonzaga do Maranhão, que enfrentava sérios problemas de saúde e precisava ser levada de ambulância para uma unidade de maior porte e melhores condições clínicas em São Luís, acabou gerando outro imbróglio entre o médico cirurgião Raimundo Nonato Salazar - um dos filhos de Maria da Conceição -, e a Secretária Municipal de Saúde de Bacabal, já que o mesmo alega que o estado de saúde de sua genitora teve o quadro de saúde agravado em razão do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ter demorado na prestação de socorro, motivando a família a processar civilmente o município de Bacabal, por atendimento improvidente.

O fato ocorreu na noite desta segunda-feira (04) em São Luís Gonzaga do Maranhão e a idoso já se encontra internada em um hospital da nossa capital, entretanto, o médico lavrou boletim de ocorrência registrando que fez contato com o SAMU de Bacabal solicitando o atendimento, que ouviu da direção do órgão a informação de que uma ambulância dotada das devidas condições de translado seria encaminhada, mas, que, em seguida a direção mudou de posição informando que seria necessário que o médico postulasse o serviço diretamente ao secretário municipal de saúde ou ao prefeito da cidade.

Dr. Raimundo Salazar diz que se recusou a fazer esse tipo de contato argumentado que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência é um bem público, cujo deslocamento é demandado pelo estado de gravidade da saúde do paciente, e que, diante da recusa, comunicou, então, o fato a uma de suas irmãs, a desembargadora Ângela Moraes Salazar. A desembargadora, por sua vez, também fez contato com a direção do SAMU, sendo que a direção manteve o posicionamento já explicado ao médico.

Dr. Raimundo Salazar fez constar também no boletim que a presença da ambulância e a remoção de sua mãe só aconteceram depois de três horas de decorrido o pedido de socorro.

A Secretaria de Bacabal ainda não se pronunciou sobre o caso.
Secretário Kelcimar e médico Dr. Salazar.
Em maio desse ano Dr. Raimundo Salazar, após se desligar do quadro funcional dos dois hospitais públicos municipais de Bacabal, concedeu entrevista a TV Difusora onde fez sérias denúncias da gestão do enfermeiro Kelcimar Virgino Silva a frente da secretaria, fato repercutido em toda a imprensa bacabalense, inclusive, com ampla divulgação do Blog do Sérgio Matias. Dias depois o Ministério Público do Maranhão anunciou que as denúncias já estariam sendo investigadas e testemunhas ouvidas.

10 comentários:

  1. Com todo respeito a idosa e ao prob de saude.pra todo paciente é do nesmo jeito a demora porwue em Bacabal so rxisti uma ambvequipada e muitas vezes ela ja ta em transito entao tem q esprrar pra poder voltar...Dr pare de confusao barata com hospital.va trabalhar...num to defendendo nibguem acontece q por im motivo vc ta criando cados com outros

    ResponderExcluir
  2. Muito bem Dr. Assim que se faz para tentar levar essa saúde a frente e outra ambulância é pública e deve estar toda equipada. Gostei da iniciativa se todos fizesse assim esse serviço não demorava e muitas vidas seriam salvas

    ResponderExcluir
  3. Muito bem Dr. Assim que se faz para tentar levar essa saúde a frente e outra ambulância é pública e deve estar toda equipada. Gostei da iniciativa se todos fizesse assim esse serviço não demorava e muitas vidas seriam salvas

    ResponderExcluir
  4. Não gostaria de me envolver no problema entre meu irmão é o secretário, porém infelizmente o comportamento do secretario foi de revanchismo e de vingança, brincando com a saúde de uma idosa de mais de 83 anos, ele juntamente com o prefeito e direção DE Samu,vão ser responsabilizados. Dr Bismarck Salazar.

    ResponderExcluir
  5. O município de bacabal nao tem a obrigação de ir buscar nenhum paciente em outro município, e se isso acontecer a gestão do Samu pode responder perante a justiça.

    ResponderExcluir
  6. E a ambulância do município de São Luiz Gonzaga tá é pode é? Pq que ele num chamou a ambulância de lá.

    ResponderExcluir
  7. Ambulância não teria que ir a slz. O samu e de Bacabal.

    ResponderExcluir
  8. Realmente o SAMUR custou muito.

    ResponderExcluir
  9. ...Usando saúde pública?o dr.tem um vasto conhecimento como funciona,porque não usou do seu suposto poder financeiro,que alias costuma arrotar ter?por isso mesmo trata as pessoas com o seu conhecido mal humor?desde quando sua mãe tem o direito de ser atendida,a qualquer custo?se o sistema funcionasse assim,o governo teria que disponibilizar uma SAMU,pra cada pessoas.Tem que esperar com todos fazem,inclusive quando se paga pelo serviço.Ameaças,ameaças,ameaças...ora ora doutor Salazar,exija direitos cumpra com seus deveres.

    ResponderExcluir
  10. ele questionou!! ao contrário de muitos que vendem seu voto e ficam amordaçados sem poder reclamar ou aparecer.

    ResponderExcluir

Denúncias, críticas, reclamações e/ou sugestões devem ser enviadas para o email blogdosergiomatias@gmail.com ou via aplicativo whatzApp (99) 8217-3212.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...