COLÉGIO REIS MAGOS

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Mais um homem com passagem pela polícia é executado a bala em Bacabal

Informações atualizadas às 23h20

Leônidas dos Santos Sousa, o "Filho", de 43 anos, foi executado a tiros na noite desta segunda-feira (18) no bairro Trizidela, em Bacabal.

Detalhes desse homicídio ainda estão sendo apurados pela polícia e o que se sabe até o momento é que "Filho" foi alvejado por cerca de quatro tiros, sendo dois no peito.

Os autores seriam dois homens que estavam em uma motocicleta de cor preta, que fugiram tomando rumo ignorado.

A vítima estava em sua casa, onde também funciona um pequeno comércio. Socorrido por familiares, "Filho" foi encaminhado na garupa de uma motocicleta para o Pronto Socorro Municipal, porém, já chegou sem vida.

Vítimas de crimes envolvendo "Filho"
Luís Cesário, o "Vavá" (morto em 2013) e o empresário
pedreirense Nilvadeth Ferreira (morto em 2008).
Caso Vavá

A vítima executada na noite desta segunda-feira (18) era uma das pessoas envolvida no caso ocorrido em setembro de 2013, na rua Maria Helena, no mesmo bairro.

Na época, Luis Cesário Rodrigues, de 56 anos de idade, conhecido como Vavá, morreu ao ser atingido por bala perdida durante tiroteio. Ao tentar matar o homem morto nesta segunda-feira (18), o comerciante conhecido como José Raimundo acabou disparando seu revolver a esmo e causando pânico entre os moradores.

Ao ouvir os disparos Vavá tentou se refugiar no interior de sua residência, mas ao retornar para buscar uma criança acabou sendo atingido na barriga por uma bala perdida.

No dia seguinte veio a óbito em São Luís.

Caso empresário Nivaldeth Ferreira da Silva

No entanto, o caso de maior repercussão que "Filho" se envolveu foi do latrocínio que teve como vítima o empresário Nivaldeth Ferreira da Silva, 54 anos de idade, proprietário da Casa Potiguar, localizada na cidade de Pedreiras, que, em janeiro de 2008, foi morto por um tiro disparado pelo adolescente Edilson Mota dos Santos Júnior, que também tombou sem vida após ser alvejado pelo segurança particular do empresário.

O Blog do Sérgio Matias teve acesso aos autos do processo em que Leônidas, conhecido por "Filho", nega a participação no crime, mas confessa que levou, no dia da ação, Raimundo Alves Costa Filho, conhecido por “Boca D’água”, até um posto de combustível na cidade de Trizidela do Vale. No entanto, alegou que após 200 metros resolveu não seguir viagem, tendo vindo embora para Bacabal.

"Filho" sustentou em um dos seus depoimentos, prestado em junho de 2011, nada ter haver com o crime. Ocorre que as demais provas colhidas em juízo, bem como na fase inquisitorial, desmentem essa versão, deixando evidente a sua participação direta na empreitada criminosa, sendo, inclusive, um dos mentores intelectuais do assalto que acabou em morte, assim como também um comerciante de Bacabal citado nas investigações como “Pelego”.

“Leônidas [Filho] sabia de toda a trama criminosa e participou diretamente para que esta se concretizasse, seja trazendo o acusado Raimundo para praticar o crime, seja participando da articulação e organização do fato criminoso”, diz um trecho do processo. 

Com base nas provas levantadas a Justiça fixou a pena de 07 (sete) anos, 07 (sete) meses, 17 (dezessete) dias de reclusão. Devendo o réu cumprir em regime fechado, no Centro de Ressocialização de Pedreiras.

O blog ainda não sabe informar se Leônidas dos Santos Silva, o Filho, chegou a cumprir parte da pena ou se permaneceu em liberdade até ser executado na noite desta segunda-feira (18).

22 comentários:

  1. Menos um, esses dias só notícias boas, foi a morte de BB, depois do Taboquinha e agora o filho. Só mala.

    ResponderExcluir
  2. tem uma lista grande pra morrer mas mala

    ResponderExcluir
  3. caraca muleque !!! o caminho só tem essa sidaa. vão porque quer falta de aviso não e.

    ResponderExcluir
  4. Esse cara e um baixinho q tem 2 filhos carequinha entre 10 12anos q a edposa dele ta gravida e???

    ResponderExcluir
  5. Concordo com vc. Só espero que os jornalistas locais não fique batendo na mesma tecla tem q ser investigado.... só menos um....

    ResponderExcluir
  6. O que a polícia civil e esses delegados tão fazendo em bacabal , aqui quase todo dia mata um e a polícia civil junto com os delegados não prendem ninguém , ainda querem fazer greve.

    ResponderExcluir
  7. Um crime não justifica outro,quem com ferro fere com ele sere ferido...

    ResponderExcluir
  8. ele também tava envolvido na morte do empresário Nilvaldete de Pedreiras

    ResponderExcluir
  9. Na vdd só estão morrendo pessoas nocivas.mas a polícia civil tem o dever de investigar e da uma resposta a sociedade.dos crimes ocorridos em Bacabal não se houve falar que a polícia descobriu um.agora se vc é um cidadão é vai fazer alguma ocorrência os policiais te tratam com a maior ignorancia.

    ResponderExcluir
  10. Meus Deus aonde que vai parar essa violência. Se A polícia civil realmente investigassé esses crimes ia ver que tem autoridades envolvidos.aki tá tendo justiceiros.

    ResponderExcluir
  11. A polícia tem que trabalhar em favor da sociedade, morte de traficante e criminoso a polícia tem que deixar quieto, esquecer e pronto, se puder ajudar a matar o resto melhor para a sociedade.

    ResponderExcluir
  12. Em menos de um mês morreram 6 pessoas vítimas de arma de fogo! É uma estimativa alarmante mas parece que nada disso intimidade os jovens.que com desculpas de que não tem oportunidade partem p esse lado e terminam na mesma situação.vamos procurar uma profissão já que não querem estudar porque caso contrário.termina assim lamentávelmente vamos orar e pedir p que esses jovens procurem mudar de vida enquanto é tempo .

    ResponderExcluir
  13. PROCURA A PROCEDENCIA DOS 6. SE FOREM BANDIDOS DEIXA PRA LÁ. A SOCIEDAADE AGRADECE. ATE AGORA SÃO TUDO MALA SEM ALÇA. DEIXA ESSAS PORCARIAS SE MATAREM.

    ResponderExcluir
  14. Até agora, não vi nenhum cidadão morrer, só bandidos. Não vejo motivos pra policia civil perder tempo investigando, pois tao fazendo o serviço que era pra policia fazer.

    ResponderExcluir
  15. Virou Cultura em Bacabal matar. Quando perdemos um membro da nossa Família ficamos dependendo da Polícia pra elucidar o crime. Muitas vezes a policia sabe de tudo mais pelo fato de que a vítima de homicídio foi Bandido não fazem nada. Mais ai que está esquece que a vítima tem família

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai cagar de cu pra cima anônimo 9:47. Pega esses vagabundos e leva pra você. Eu tenho nojo de bandidos.

      Excluir
  16. mas é bandido e bandido não tem que ter direitos de merda nenhuma. quando esses miseráveis chegam em casa com produto de roubo, a família procura a policia para devolver ? menos um fdp. pra deixar a sociedade aliviada.

    ResponderExcluir

Denúncias, críticas, reclamações e/ou sugestões devem ser enviadas para o email blogdosergiomatias@gmail.com ou via aplicativo whatzApp (99) 8217-3212.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...