COLÉGIO REIS MAGOS

domingo, 31 de julho de 2016

Liduína Tavares desiste da pré-candidatura a prefeita de Bacabal e PDT estuda possibilidade de apoiar Graciete Lisboa, Ilton Viana ou outro nome


Há dias o blog noticia fatos relacionados às negociações que estão sendo feitas por políticos e lideranças partidárias visando definir nomes a serem indicados para a disputa eleitoral em Bacabal em outubro próximo.

A cada hora é uma novidade.


A mais nova aconteceu na tarde deste domingo (31) quando, após horas debatendo possíveis acordos e alianças, a professora Liduína Tavares desistiu da disputa. Ela era pré-candidata a prefeita de Bacabal pelo Partido Democrático Brasileiro - PDT, mas teria se dessentido com a cúpula do diretório municipal no que tange a apoiar outro nome e concorrer à vice ou mesmo coligar com outras legendas que, no seu entendimento, não condiz com seus planos para o futuro de Bacabal e nem representam a verdadeira mudança tão almejada pela população.

Na mensagem abaixo ela explica com detalhes os motivos e razões para sua tomada de decisão.

"Boa tarde, amigos e amigas do grupo [do Whatsaap]. Neste exato momento estou saindo no meio de uma reunião partidária e estou sendo forçada a abrir mão da candidatura a prefeita pelo PDT. Nao concordo com as alianças que estao sendo feitas. Durante um ano estamos juntos construindo o projeto do povo de Bacabal para o povo de Bacabal e chegamos às vésperas da convenção rompendo com o autoritarismo e o machismo do presidente da Comissão Municipal do PDT. Eles se articularam pra me tirarem candidata a prefeita porque sabem que uma primeira ação seria auditar as contas publicas. Eles tem medo por isso fazem de tudo pra nos afastarem do mundo da politica. Estou a disposição de todos os pré-candidatos a vereador do nosso partido. Obrigada. A luta continua".

Em conversa com o títular do blog, Jansen Penha (Presidente da Comissão Municipal do PDT) a quem Liduína faz duras acusações, disse que o partido entende que uma candidatura própria e isolada seria inviável, já que a legenda tem vinte e dois pré-candidatos a vereador. Porém, Jansen não descarta essa possibilidade, mesmo que o nome não seja mais o da ex-vereadora.

As outras duas vias estudadas

1- Coligar com  PSL de Graciete Lisboa (com o apoio do ex-prefeito Dr. Lisboa) e ter o direito de indicar um nome a vice numa chapa encabeçada por ela e que teria outros partidos, ou ainda fazer a mesma composição com o PEN de Ilton Viana;

2- Lançar apenas os 22 candidatos a vereador e não coligar majoritariamente.

O titular do blog também conversou com Liduína Tavares que afirmou que até sexta-feira (05), quando da realização da convenção do partido, decidirá se concorrerá novamente a uma vaga na Câmara Municipal, onde já exerceu mandato.

6 comentários:

  1. Complicado! Uma pessoa honesta, inteligente e com um projeto de governabilidade pra Bacabal sendo punida por não se dobrar diante da velha política. Infelizmente é essa a política que reina em Bacabal. Os interesses pessoais se sobressaem aos interesses do povo! E as pessoas de bem, são simplesmente passadas para trás. E o povo? Esse que se dane, pois merece o representante que escolhe!!!

    ResponderExcluir
  2. Gracite,Ilton Viana, outro nome, qualquer um, menos Liduina.essa é boa. Kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai gostar de merda lá longe criatura,liduina tem caráter e moral, seu Ilton na campanha passada se vendeu pra João Alberto com a disculua que a mulher TV doente balela, Graciete roubou junto com Lisboa agora lixo humano tu vem dizer que qualquer um menos Liduina?
      Já sei que você gosta mesmo é de merda

      Excluir
  3. Liduina não decola nunca.

    ResponderExcluir
  4. porque ela não lança o Nacimento na chapa. ele e uma lireranca.

    ResponderExcluir
  5. sou mais nascimento

    ResponderExcluir

Denúncias, críticas, reclamações e/ou sugestões devem ser enviadas para o email blogdosergiomatias@gmail.com ou via aplicativo whatzApp (99) 8217-3212.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...