PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

terça-feira, 26 de julho de 2016

Homem acusado de agredir a ex-companheira é preso por descumprir medidas protetivas urgentes

A Polícia Civil do Maranhão, por meio da equipe de policiais civis de São Luís Gonzaga do Maranhão, deu cumprimento na tarde desta terça-feira (26) a um mandado de prisão preventiva em desfavor de Raimundo Barbosa dos Santos, vulgo "véi", que responde a um processo criminal por lesão corporal e estava descumprindo medidas protetivas de urgência.

De acordo com o delegado Thiago Salgado, a ex-companheira do preso procurou a delegacia no início desse mês para denunciar que teria sido agredida fisicamente por ele. De imediato, a mesma foi submetida a exame de corpo de delito, que atestou as lesões.

A polícia colheu outras provas testemunhais, inclusive, ouvindo familiares e vizinhos da vítima. Após concluído, o inquérito foi encaminhado à Justiça, que deferiu as medidas em favor da ex-companheira do agressor.

Raimundo Barbosa foi obrigado a sair do lar e se manter longe da vítima. Entretanto, dois dias após, a vítima retornou a delegacia acompanhada de testemunhas para informar que seu ex-companheiro estaria rondando sua residência armado, um dia de facão, noutro de foice.

Segundo a vítima relatou ao delegado, em uma dessas oportunidades Raimundo chegou a ser encontrado debaixo da cama.

Diante dos fatos, a Polícia Civil solicitou a prisão preventiva de Raimundo Barbosa que foi decretada na última sexta-feira (22) e cumprida nesta terça-feira, evitando o que poderia vir a se tornar mais um crime de feminicídio em nossa região.

O delegado Thiago Salgado faz questão de ressaltar que o depoimento das mulheres vítimas de violência é extremamente importante e que devem procurar a delegacia.

A princípio, Raimundo ficará preso na 16ª Delegacia Regional de Bacabal para, posteriormente, ser recambiado para a Unidade Prisional de Ressocialização, no povoado Piratininga, ou até mesmo para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em nossa capital.

Em entrevista concedida ao repórter Romário Alves (TV Difusora), Raimundo disse que mantinha um relacionamento de cinco anos com a vítima e que “ciúmes bestas” motivaram as ameaças e agressões. “Se eu sair daqui, nunca mais faço uma coisa dessa”, disse.

Raimundo ainda fala que não tinha intenção de mata-la e que o facão e a foice eram instrumentos de trabalho.

Um comentário:

  1. Gostei cobardes tem que ser preso parabéns ao delegado.

    ResponderExcluir

Denúncias, críticas, reclamações e/ou sugestões devem ser enviadas para o email blogdosergiomatias@gmail.com ou via aplicativo whatzApp (99) 8217-3212.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...