Publicidade

Banner-728-x-90.gif
Tecnologia do Blogger.

Teste Teste Teste

DUDA BIJOUX

DUDA BIJOUX

DEPÓSITO DE BEBIDAS

DEPÓSITO DE BEBIDAS

FACEBOOK

FACEBOOK

PROMOÇÃO DE FINAL DE ANO! SYGMA CURSOS TÉCNICOS E PROFISSIONALIZANTES

TV ÁGAPE (canal 40)

TV DIFUSORA (canal 2)

TV DIFUSORA (canal 2)

PESQUISAR

Arquivo do blog

ELEIÇÕES 2016

ELEIÇÕES 2016

Postagens populares

PERFUMES & PRESENTES

PERFUMES & PRESENTES

RÁDIO MIX

RÁDIO MIX
TV Difusora, canal 2, 6h15

LinkWithin

FANPAGE

Publicidade

BANNERS-fevereiro-2018-4.gif

Empreendimento da Lastro Engenharia em Bacabal completa 2 anos de atraso e mutuários reclamam do ritmo lento das obras

Em fevereiro de 2012 a Lastro Engenharia iniciou em Bacabal a divulgação do empreendimento Avenida Park, vendido como ‘Um novo conceito em viver bem’, seria o primeiro condomínio vertical da região. Como mostra maquete abaixo.
O prazo de entrega estava previsto para 24 meses, porém as obras já perduram longos 52 meses.

Segundo os mutuários, durante esse período de atraso a empresa se limitou a enviar e-mails informando para justificar o atraso, como excesso de chuvas, inclusão de benfeitorias, ampliação de área de lazer e etc. Porém durante todo esse período as pessoas que adquiriram as unidades habitacionais são obrigadas a pagar encargos de obras, uma taxa cobrada pela Caixa Econômica Federal devida enquanto a obra não for concluída.

Eles também reclamam que o grande problema é que a maioria que adquiriu as unidades se programou para morar nos apartamentos e pagar apenas as parcelas do financiamento, ocorre que como ninguém recebeu seu imóvel acabam tendo que pagar aluguel e ainda os encargos de obra, que possui valor elevado, se aproximando ao de uma parcela do financiamento.
Para a advogada Apoliana Pereira Costa Medeiros tanto a construtora quanto à Caixa Econômica Federal não informam nada a respeito deste empreendimento. “Na verdade o banco tem o dever de explicar e informar aos mutuários tudo relacionado a este empreendimento, porém, quando procurado por diversas vezes, nem o gerente nem tão pouco qualquer responsável pelo setor habitacional sabem informar nada, assim, os mutuários dizem que já não sabem a quem recorrer para obter informações básicas como: o cronograma de entrega dos imóveis e a autorização das prorrogações de dois anos”, diz Apoliana.
Sem essas informações básicas as pessoas prejudicadas se veem cada vez mais distante do sonho da casa própria.

A área tem cerca de 1.200.000,00 m² e está localizada na avenida João Alberto, uma das áreas mais valorizadas de Bacabal.
Em março do ano passado funcionários da obra cruzaram os braços e paralisaram as atividades em virtude do atraso de salários. Naquela oportunidade o Blog do Sérgio Matias divulgou a situação e se colocou a inteira disposição para ouvir a versão da empresa responsável pela obra. O mesmo acontece agora.
Compartilhar:
← Anterior Proxima → Inicio

FACEBOOK

Rádio Timbira

Arquivo

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PARCERIA

PARCERIA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PROCISSÃO DO FOGARÉU 2018

PROCISSÃO DO FOGARÉU 2018

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE