PUBLICIDADE

segunda-feira, 2 de maio de 2016

SOCORRÃO DE BACABAL: Pacientes e acompanhantes denunciam que estão sendo obrigados a levar papel higiênico de casa

A gestão do enfermeiro Kelcimar Virgino Silva na Secretaria de Saúde de Bacabal tem se destacado, dentre muitas falhas, pela falta de transparência de seus atos e pelo pouco caso que faz das reclamações de usuários, das cobranças dos fornecedores e prestadores de serviço.

O caso mais recente aconteceu na manhã deste domingo (1º).

O filho de uma senhora idosa e diabética relata que, após sua mãe passar mal em casa, a levou ao Pronto Socorro Municipal em busca de atendimento médico. Quando a idosa já aguardava na recepção sentiu o desejo de ir ao banheiro.

Depois de leva-la, ele foi avisado por ela que no local não havia papel higiênico. Acreditando que tal fato fosse resolvido apenas solicitando para alguma servidora, o mesmo foi orientado a ir busca-lo em casa ou comprar em um comércio próximo, pois aquele produto de higiene pessoal há tempos não se vê pelos banheiros do  Socorrão de Bacabal.

Indignado, o rapaz que é professor universitário teve mesmo que deixar a mãe esperando sozinha no banheiro do hospital enquanto retornava para casa em busca do rolo de papel higiênico, produto barato e indispensável, mas, que ainda assim, não vem sendo comprado pela Secretaria Municipal de Saúde.

Só na semana passada o blog denunciou duas outras situações que deixam claro que a pasta é mal gerida e deverá, num futuro bem próximo, resultar em dores de cabeças para o atual prefeito José Alberto Veloso (PRB).

LEIA TAMBÉM:

CRM-MA recebe denúncia de prática ilegal de medicina no Pronto Socorro de Bacabal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Denúncias, críticas, reclamações e/ou sugestões devem ser enviadas para o email blogdosergiomatias@gmail.com ou via aplicativo whatzApp (99) 8217-3212.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...