PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

domingo, 15 de maio de 2016

CORRENTE DO BEM! Depois de ter caso divulgado na imprensa, professora que estava em maca no corredor de hospital recebe atendimento digno e passa por bateria de exames

Esposo e familiares acompanhando o sofrimento da
professora que passou dias em uma maca do corredor
do hospital Socorrão II.
Depois de ter seu caso divulgado na imprensa, a professora bacabalense Maria Edilene da Conceição Silva, que, desde terça-feira (10) se encontrava em uma maca no corredor do Hospital de Urgência e Emergência Dr. Clementino Moura (Socorrão II), em São Luís, foi enfim transferida para um leito e submetida a vários exames.

Em contato com o Blog do Sérgio Matias, Elisvando da Costa Conceição, esposo da paciente, disse que o atendimento prestado a Maria Edilene melhorou consideravelmente depois que o caso dela foi publicado na internet na noite de sexta-feira (13); que, inclusive, a enfermeira chefe responsável técnica pelo Socorrão II foi ao seu encontro para saber com detalhes do que se passava; que ao tomar nota de tudo, imediatamente determinou que a paciente fosse submetida a uma completa avaliação médica.
Maria Edileusa quando ainda estava
na maca no corredor.
No sábado (14), Maria Edilene retornou de ambulância ao Hospital Municipal Djalma Marques - Socorrão I, para onde foi transferida ao sair de Bacabal e também não recebeu atenção devida.

Chegando lá o atendimento foi completamente diferente. Ela foi encaminhada a um oftalmologista que examinou minuciosamente o ferimento próximo ao seu olho direito e, felizmente, constatou que o globo ocular não sofreu qualquer dano, somente o osso lacrimal.

No mesmo hospital a paciente ainda passou por tomografia para examinar o crânio, o cérebro e mandíbula, que constatou não ter havido nenhum traumatismo, apesar da forte pancada que sofreu na queda durante o acidente.

Exames sanguíneos também foram realizados e Maria Edilene foi novamente encaminhada de volta para o Socorrão II, só que desta vez para um leito, não tendo que ficar em uma maca no corredor como ocorreu antes do Blog do Sérgio Matias divulgar e implorar ajuda e solidariedade que, graças a Deus, não faltaram.

Autoridades, médicos e pessoas comuns da nossa sociedade se prontificaram a ajudar e de alguma forma todos tiveram sua parcela de contribuição. Aqui destaco aqueles que foram os primeiros a se manifestarem, como os deputados Roberto Costa e Wellington do Curso, assim como também o médico bacabalense Dr. Luís Gonzaga Carvalho, o Dr. Lula.

O fato é que esses e tantos outros anônimos são merecedores de gratidão, muito embora saibamos que, assim como a professora de Bacabal, há inúmeras outras pessoas passando pelo mesmo sofrimento, mas que lamentavelmente ainda não tiveram a oportunidade de receber a mesma ajuda.

Essa presteza no atendimento a Maria Edileusa teria e tem que ser dispensada para todo cidadão e cidadã que necessite, afinal, não é favor, é obrigação

ENTENDA O CASO:

Professoras de Bacabal sofrem acidente na BR-316

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...