PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 11 de março de 2016

CASO IDOSA MARIA LUIZA: Suspeito de cometer feminicídio em Bacabal é apresentado na Secretaria de Segurança Pública

Apresentação dos acusados de crime de feminicídio
em Bacabal e Miranda do Norte.
Dando continuidade ao combate a crimes contra a mulher, a Secretaria de Segurança Pública do Estado apresentou, na tarde da quarta-feira (9), Genilson Melo Cabral, de 25 anos, suspeito de abusar sexualmente e estrangular a idosa Maria Luiza de Sousa, de 85 anos, na última terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher e véspera do aniversário da vítima.
José Mario Oliveira Prazeres, de 39 anos, envolvido em outro crime de feminicidio, também foi apresentado à imprensa da capital. A ação policial que lhe colocou atrás das grades ocorreu na cidade de Miranda do Norte, suspeito de cometer ou encomendar a morte de Francisca das Chagas da Silva no início de fevereiro deste ano.  De acordo com o delegado regional de Itapecuru-Mirim, Samuel Morita, os motivos que levaram ao crime ainda não foram esclarecidos, porém investigações e denúncias mais apuradas apontam a participação direta do suspeito.
O crime teve grande repercussão na região devido a vítima ser uma líder sindical muito simpatizada pela população.
José Mário e Genilson.
No caso de Bacabal, a polícia civil, por meio da Delegacia Especial da Mulher, conseguiu prender o suspeito de matar Maria Luiza. Segundo a delegada Fernanda Chaves, o acusado tinha o hábito de invadir residências onde moravam apenas mulheres. No momento do crime, ele teria entrado pelo telhado da casa, onde estavam a idosa e sua filha deficiente auditiva e visual e, em seguida, cometeu o estupro e o estrangulamento de Maria Luiza. Genilson foi preso no momento em que dormia ao lado corpo da vítima.
A prisão foi baseada também em depoimentos de possíveis vítimas do maníaco. O suspeito confessou o crime.
Além dos delegados das regionais, estiveram presentes na coletiva o Secretário de Segurança, Jefferson Portela, o Delegado-Geral da PC, Lawrence Melo, o Comandante-Geral da PMMA, Coronel Pereira, o Superintendente da Polícia Civil do Interior (SPCI), Dicival Gonçalves e a Secretária Adjunta da Mulher, Susan Lucena.
De acordo com o secretário Jefferson Portela, essas prisões provam que qualquer tipo de violência contra a mulher não será tolerado pelas autoridades policiais do estado do Maranhão. Ele ainda citou projetos que devem ser lançados no objetivo de prevenir e reprender esse tipo de crime, táticas adotadas para prestar assistência às mulheres do estado. (Com informações de Anselmo Oliveira/ASCOM SSP-MA).
LEIA TAMBÉM:

BACABAL: Suspeito de abusar sexualmente e assassinar idosa é ameaçado de morte por outros detentos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Denúncias, críticas, reclamações e/ou sugestões devem ser enviadas para o email blogdosergiomatias@gmail.com ou via aplicativo whatzApp (99) 8217-3212.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...