Alagamento das ruas de Bacabal gera enxurrada de críticas da população nas redes sociais

02/02/2016
Anos após anos essas cenas se repetem em Bacabal durante o período invernoso. Se nas ruas dos bairros periféricos a situação é de calamidade, então o que dizer do centro.
Com galerias e bueiros entupidos pela lama e lixo, a água das chuvas empoça e acaba alagando as ruas. Em alguns locais invade também residências e lojas.
Na tarde desta segunda-feira (1º) bastaram apenas algumas horas de chuva torrencial para transformar algumas áreas da cidade em um verdadeiro mar, impossibilitando o trafego de veículos e pessoas.
Mais água
Os institutos de meteorologia preveem mais chuvas para os próximos dias e a expectativa é de um inverno rigoroso.
Outra preocupação é com o aumento no nível de água do Rio Mearim, o que pode mais uma vez desabrigar centenas de famílias ribeirinhas.

Equipes da Defesa Civil local e do Estado monitoram frequentemente a situação para evitar que esse fenômeno da natureza cause maiores prejuízos. O temor é que se repita a cheia registrada no ano de 2009, quando foi necessária a ajuda de todo o Brasil e até do exterior.
Repercussão
Os problemas causados com a chuva desta segunda-feira (1º) repercutiram nas redes sociais, onde os internautas se dividiram entre as opiniões de quem seria a responsabilidade, se do poder público municipal que não consegue colocar em prática uma ação voltada para resolver definitivamente o problema que existe há décadas ou da própria população que não colabora e até contribui para o agravamento quando joga lixo nas ruas e calçadas fazendo com que a água da chuva leve esse material para o esgoto, consequentemente entupindo bueiros e galerias.

Leia também

Next
Faça seu comentário

8 comentários: