PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

“Viúvas” de ex-comandante acusam tropa pela sua queda e tentam vitima-lo no caso da pistola apontada para policial

Aqueles mesmos que, por nutrirem ódio do comandante Egídio Amaral, politizaram a gestão do ex-comandante Miguel Neto e o empurravam para o abismo, estão agora depois da sua queda tentando juntar o leite derramado.

Em um programa de TV que se notabilizou por defender pessoas de bem e bandidos, bastando para isso ter uma boa situação financeira, o apresentador responsabilizou a tropa de policiais pela gestão fracassada de Miguel Neto, insinuou que Juscelino Freitas Mendes, advogado da Associação dos Policiais Militares da Região do Médio Mearim – ASPOMMEM, e até a Seccional Maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil, que tem a frente o advogado Thiago Diaz, estariam sendo usados como parte de um plano maquiavélico para defenestrar Miguel Neto do comando do 15º BPM.

A imaginação fértil desse apresentador, useiro e vezeiro das bebedeiras patrocinadas pelo ex-comandante, também tenta criar fatos para ludibriar a opinião pública bacabalense, um deles é que o vídeo que circula em sites, blogues e tv’s do Brasil inteiro mostrando o ex-comandante empunhando uma pistola e apontando para um policial, teria sido editado no intuito de prejudicar-lo.

A verdade é que essas esparrelas só deixam claro o quanto Miguel Neto estava mal assessorado e cercado de sujeitos que quiseram usa-lo e se aproveitar do seu cargo para afogar mágoas e ressentimentos.


Agora é tarde e a Inês é morta.

Reveja abaixo o vídeo que foi o estopim para a pior gestão que a Polícia Militar em Bacabal já tomou conhecimento, seja como Companhia ou Batalhão.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...