COLÉGIO REIS MAGOS

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Dos 200 novos policiais civis formados em dezembro nenhum virá para a região de Bacabal

O Governo do Maranhão vai distribuir os cerca de 200 novos policiais civis, formados no final de dezembro, levando em consideração o cenário de incidência criminal. Investigadores, peritos, delegados e escrivães ocuparão postos na Região Metropolitana de São Luís e no interior do estado, com ênfase às áreas onde ocorreram mais assaltos a bancos e a coletivos.
De acordo com o delegado geral de Polícia Civil do Maranhão, Lawrence Pereira, o panorama de trabalho da Polícia Civil, neste início do ano, aponta para o combate de crimes de roubos e assaltos a instituições financeiras, o que exige empenho de maior número do efetivo.
“Há um ano, o problema maior era de homicídios e tráfico de drogas. Hoje, houve a migração dos criminosos para roubos, o que tem perturbado, de forma mais intensa, a sociedade, como roubos a bancos e assaltos a coletivos. Por isso, estamos aproveitando as nomeações dos policiais e dividindo e encaminhando eles para atender a essa demanda”, explicou o delegado geral.
Mais da metade dos policiais estão sendo deslocados ao interior do estado, para reduzir a demanda que ainda existe em algumas regiões. De forma mais direta e com base na análise de dados de ocorrências criminais, 15 municípios de dez polos foram contemplados com reforço de contingente, Bacabal ficou de fora.
As regiões que receberão mais equipes da polícia civil são Itapecuru-Mirim, Chapadinha, Codó, Pinheiro, Santa Inês, Zé Doca, Imperatriz, Presidente Dutra e Barra do Corda.
Lawrence Pereira conta que uma parte dos novos policiais trabalhará em departamentos especializados centralizados em São Luís, como o Departamento de Combate a Assaltos a Bancos, Departamento de Combate a Crimes Organizados e Grupo de Resposta Tática.
Para o Departamento de Combate de Roubo a Banco, foram selecionadas pessoas a partir de um perfil mais específico, com características e experiências que as habilitam para o trabalho. “Muitos dos escolhidos para este departamento passaram, por exemplo, por outras forças de segurança. Entram para nos auxiliar de forma direta no combate a essa modalidade criminosa”, disse o delegado geral.
Capacitação

Para atuar com foco no combate a assaltos no interior, a Polícia Civil desenvolve mecanismos de interiorização para o enfrentamento imediato em localidades estratégicas. Entre as alternativas previstas pela Delegacia Geral, a qualificação de policiais que já estão lotados no interior, a fim de agilizar as operações policiais por regionais.

Serão criados Grupos de Pronto Emprego e haverá treinamento regionalizado para aprimorar o potencial da polícia judiciária no interior. As capacitações vão contar com instrutores de São Luís e serão realizadas nos próprios municípios onde estiverem lotados os alunos. Eles estudarão conhecimentos especializados, como o uso de armamento longo para o combate a assaltos a bancos. (Com informações do Governo do Estado).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Denúncias, críticas, reclamações e/ou sugestões devem ser enviadas para o email blogdosergiomatias@gmail.com ou via aplicativo whatzApp (99) 8217-3212.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...