PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

banners-novembro-3.gif

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Vídeo expõe mal atendimento, falta de higiene e perigo de contaminação em enfermaria do Socorrão de Bacabal

O Blog do Sérgio Matias tem sido um dos muitos canais que estão sendo usados pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Bacabal para levar ao conhecimento da população a situação desoladora que vive boa parte dos funcionários da Prefeitura de Bacabal, alguns há três meses sem receber seus salários.

Enquanto protela o pagamento, o prefeito Zé Alberto (PRB) vai jogando com a capacidade de entendimento dos servidores e dos cidadãos, que mesmo não sendo servidores, estão abraçando a causa e repudiando essa falta de respeito.

Em notas divulgadas pela sua assessoria o município se exime pelo atraso e tenta jogar a responsabilidade sobre os ombros de terceiros. O certo é que a maioria dos servidores continua de bolso vazio e passando necessidades.

As denúncias que já eram muitas, esta semana têm chegado à imprensa com mais frequência em decorrência da paralisação dos servidores dos dois hospitais públicos do município, que só ainda não fecharam as portas graças a permanência de meia-dúzia de contratos que, temendo as ameaças de demissão, continua cumprindo sua tarefa mesmo de barriga vazia, mas sem nenhuma condição de atender a demanda.
Inconformado, um desses servidores obrigados a trabalhar sem receber salários, registrou com seu aparelho celular imagens de uma paciente idosa e debilitada que, segundo ela, deu entrada na enfermaria do Pronto Socorro Municipal, por volta do meio-dia deste domingo (27), e até às 16h30 (horário que o vídeo foi gravado), aguardava por atendimento.

O mesmo servidor também fez imagens do banheiro da enfermaria. Além da falta de limpeza, há lajotas quebradas, ralo do esgoto sem tampa facilitando o acesso de ratos e baratas, e infiltrações na rede hidráulica.
A água acumulada no piso do banheiro é um convite a um escorregão que facilmente resultaria em fraturas graves.

Mal atendimento, falta de higiene, e o perigo de contaminação são pingos no oceano de problemas da desastrada gestão do fazendeiro José Alberto Oliveira Veloso que para muitos entende mais de gado do que de gente. Assista abaixo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...