Servidores do TJMA completam 50 dias de greve geral e, em protesto, sindicato distribuirá pizzas na porta do Tribunal

01/12/2015
Por Mônica Alves
Jornalista

A greve geral - por tempo indeterminado - dos servidores do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), completa nesta quarta-feira (2) o seu 50° dia, sem sinal de negociação com a administração do TJMA. A greve deflagrada desde o dia 13 de Outubro é uma reivindicação da categoria pelo pagamento da reposição anual e constitucional das perdas inflacionárias, referente ao período compreendido entre Janeiro e Dezembro de 2014, no índice acumulado de 6,3%.

Para (des) comemorar os 50 dias de greve, o Sindicato dos Servidores da Justiça do Maranhão, SINDJUS-MA está convocando os servidores para estarem distribuindo 50 pizzas (em protesto a falta de investigação do Conselho Nacional de Justiça - CNJ -, que apesar das inúmeras denúncias e indícios da má utilização das verbas públicas que compõem o orçamento do TJMA, o Conselho não investiga, a exemplo da quebra da fila dos precatórios, no caso da Constran, envolvendo o doleiro Alberto Yousseff, os super contracheques pagos a magistrados e desembargadores, chegado até 700 mil reais a um único magistrado. Sem falar nas denúncias de superfaturamento em Fóruns do estado, como no caso da comarca de Caxias e Balsas, a licitação barrada pelo Ministério Público do aluguel de impressoras, no valor de 20 milhões de reais, entre outros. O ato vai acontecer na porta do Tribunal, na Praça Dom Pedro II - Centro, nesta quarta-feira, 2, a partir das 10 horas da manhã.

Para o presidente do SINDJUS-MA, Aníbal Lins, a entrega das pizzas é uma forma de protesto pela indiferença, falta de diálogo e de conciliação com os servidores por parte da administração do TJMA

Assembleia Geral

Após o Ato da entrega das 50 pizzas, em Assembleia Geral Extraordinária, a partir das 12 horas da manhã, na Associação Comercial do Maranhão, o comando de greve juntamente com os servidores irão discutir os novos rumos para a continuidade do movimento paredista. A associação comercial do Maranhão fica localizada na Praça Benedito Leite - Centro.

Durante a Assembleia Geral, também vai ser discutida a decisão do Conselho Nacional de Justiça - CNJ e do Supremo Tribunal Federal - STF, em relação à greve geral dos servidores do Judiciário maranhense.
Faça seu comentário

0 comentários: