PUBLICIDADE

Super_Banner_Blog_Sergio_Matias_900x430_v1
Tecnologia do Blogger.

Teste Teste Teste

DUDA BIJOUX

DUDA BIJOUX

DEPÓSITO DE BEBIDAS

DEPÓSITO DE BEBIDAS

FACEBOOK

FACEBOOK

PROMOÇÃO DE FINAL DE ANO! SYGMA CURSOS TÉCNICOS E PROFISSIONALIZANTES

TV ÁGAPE (canal 40)

TV DIFUSORA (canal 2)

TV DIFUSORA (canal 2)

PESQUISAR

Arquivo do blog

ELEIÇÕES 2016

ELEIÇÕES 2016

Postagens populares

PERFUMES & PRESENTES

PERFUMES & PRESENTES

RÁDIO MIX

RÁDIO MIX
TV Difusora, canal 2, 6h15

LinkWithin

FANPAGE

Publicidade

BANNERS-outubro-1.gif

A VACA FOI PRO BREJO: Animais soltos dividem espaço com gente no centro de Bacabal

Nem a sede do governo municipal está
livre do incomodo.
Houve uma época não muito distante que a população bacabalense, principalmente a parte residente na periferia, era obrigada a conviver com porcos criados soltos nas ruas sem que o poder público municipal tomasse qualquer providência no sentido de evitar tamanho absurdo que também se repetia nas praças públicas.

Só muitos anos após a questão foi resolvida e Bacabal passou a contar com um Departamento de Vigilância Sanitária eficaz, que, por falta ainda de um Centro de Controle de Zoonoses, foi responsável pelo recolhimento dos amimais soltos em via pública, e então passou a ser comum se deparar com a carrocinha fazendo esse trabalho.
Bacabal de hoje, em frente ao prédio do Fórum
de Justiça.
Infelizmente, esse é um dos muitos aspectos que Bacabal retroagiu e a população vive novamente o pesadelo de ter que dividir espaço nas ruas com animais. São cachorros, cavalos, bois, vacas, jumentos e, pasmem, até búfalos já foram flagrados atrapalhando o fluxo do trânsito no centro da cidade.
Búfalos...
Nas fotos abaixo, feitas pela própria população e compartilhadas nas redes sociais, é possível vê-los em diversos pontos do centro comercial e na pista da rodovia federal que corta a cidade.
... na pista da BR-316
... tem boi com bolsa a tiracolo
... cavalos impedido a passagem de veículos
... na frente de sofisticadas lojas e hotel
... na porta da agência bancária.
Enquanto o cidadão é obrigado a assistir essas cenas deprimentes que envergonham, a Prefeitura de Bacabal cruza os braços se fazendo valer de uma determinação do Ministério Público do Estado que proíbe o recolhimento desses animais até que se construa um Centro de Zoonoses (doenças que podem ser transmitidas de animais para seres humanos), setor que deve contar também com as conhecidas carrocinhas, uma das armas mais eficazes no controle de zoonoses, já que, retirando os bichos acometidos por doenças transmissíveis das ruas, a possibilidade de propagação de problemas pode diminuir consideravelmente.
Essas metidas do Ministério Público foram adotadas em função dos maus tratos que esses animais eram submetidos ao serem recolhidos das ruas e encaminhados à área onde funciona a Secretaria Obras e Urbanismo, como foi denunciado ainda em maio de 2013 por uma Organização Não Governamental voltada para a proteção de animais.
“Querido Sérgio nos ajude a denunciar a carnificina de animais que vem acontecendo no lixão de Bacabal. Somos de uma Organização Não Governamental, temos material pra divulgar, iremos ao lixão tentar fazer algo, pois os animais são colocados na Secretaria de Obras e ficam dias sem comer e sem beber, e depois eles os matam. Matar animais é crime e tem punição”.

Esse apelo dramático foi enviado ao blog por um integrante da ONG ‘Bob Proteção’, aqui de Bacabal, e essa não foi a única denúncia. Nessa mesma época, Edvan Gomes, Doutorando em Química Orgânica e Biológica (USP), que mora atualmente em São Carlos-SP, também nos relatou caso semelhante que teria presenciado quando esteve na cidade.

“Olá Sergio Matias! Primeiro quero lhe parabenizar pelo blog sempre atualizado e pelo trabalho relevante que você presta aos bacabalenses, principalmente aos que estão longe desta terra querida, municiando-nos de informações acerca dos fatos/notícias que ocorrem em nosso município. Pois bem, mais o que me leva de fato a escrevê-lo é a situação degradante em que se encontram os animais, cachorros e jumentos, que a prefeitura de Bacabal recolhe na cidade e os leva para a Secretaria de Obras deixando-os em situações extremamente degradantes.

A situação pior é dos cachorrinhos, pois além da fome e sede estes são deixados em um lugar úmido, sujo e bastante fedido, e ainda obrigados a conviverem com outros animais [cachorro] mortos dentro do mesmo ambiente, tornando aquele lugar um recinto de horror. Estes fatos que aqui relatados foram observados em janeiro [2013], quando eu juntamente com a minha mãe fomos a procura do nosso bichinho de estimação e graças a Deus, para nossa sorte e do nosso cachorro, ele não se encontrava naquele ambiente de terror. Ingênuo, acreditava que a prefeitura levasse os animais para um lugar que tivesse, além de comida, um veterinário que os cuidasse, mas é como disse minha querida mãe, "se não tem médico nem pra gente vai ter para cachorro e jumento". Triste e lamentável mais infelizmente é  a realidade de Bacabal.

Bom Sérgio, aqui finalizo pedindo a você  que visite o lugar e informe as autoridades competentes acerca do descaso com que é tratado aqueles animais. Um abraço e desde já agradeço a atenção.”

EM TEMPO: Como se observa, já houve tempo mais que suficiente para o município tomar alguma providência, se até agora não fez foi por pura falta de interesse.
Compartilhar:
← Anterior Proxima → Inicio

FACEBOOK

Arquivo

Rádio Timbira

ESPAÇO PSICOPEDAGOGO

ESPAÇO PSICOPEDAGOGO

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

BANDEIRA 2

BANDEIRA 2

AGORA BACABAL

AGORA BACABAL

EMPÓRIO DOS COSMÉTICOS

EMPÓRIO DOS COSMÉTICOS

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ALUGADORA VISUAL

ALUGADORA VISUAL

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE