PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

banners-novembro-1.gif

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Supostos abusos cometidos pelo comando do 15º BPM são denunciados na Assembleia Legislativa

Deputado Estadual Sousa Neto.
O deputado Sousa Neto (PTN), repercutiu na sessão desta quinta-feira (1º), portarias expedidas pelo 15º Batalhão da Polícia Militar de Bacabal, que proíbe os policiais de usarem spray de pimenta e que os obriga a concederem entrevistas à TV, quando forem solicitadas.

Ele afirmou que a denúncia foi feitas por um grupo de policiais que estiveram nesta quarta-feira (30), em seu gabinete, com cópias das portarias, assinadas pelo comandante daquele batalhão, coronel Miguel Gomes Neto. De acordo com as portarias, expedidas no último dia 29, todos terão que cumprir as determinações, “sob pena de transgressão disciplinar”.
“É o governo midiático. O policial quer é a valorização no seu trabalho. Está precisando é de adicional noturno, de ticket alimentação para as esposas fazerem as compras de casa, e não aparecer em televisão”, disse Sousa Neto.
Sobre a proibição do uso dos sprays de pimenta, Sousa Neto indagou como é que os policiais vão agir quando acontecer uma confusão generalizada, visto que não poderão usar a arma letal.   “Como é que vão conter as pessoas quando vierem para cima dos policiais? É através das armas não letais, porque o policial não vai sair dando tiro em todo mundo. As coisas se inverteram. Policial não pode ser tratado como bandido”, afirmou Sousa Neto, prestando   solidariedade  a  todos os  policiais e oficiais do 15º  Batalhão de Bacabal, assim como de  Timon,  Pindaré  Mirim e  demais batalhões. (Com informações da Agência Assembleia).
LEIA TAMBÉM:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...