PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

banner-OUTUBRO-valendo-1.gif

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

OLHA AÍ GOVERNADOR! População bacabalense refém, bandidos nas ruas e polícia sem estrutura

Rock dançou sem música.
A área da Segurança Pública é de total responsabilidade do Governo do Estado que, por sua vez, alardeia na mídia palaciana que o número de crimes no Maranhão tem diminuído e a atual gestão tem feito uma revolução.

Essa versão fantasiosa e midiática é completamente o oposto da realidade que o cidadão maranhense vive, em especial, os moradores de Bacabal que volta e meia são vítimas da bandidagem.

Para se ter uma ideia, só na segunda e terça dessa semana a relação de ocorrências registradas é grande. Vejamos:

Francisco Carlos Cavalcante, de 24 anos de idade, foi preso na noite de segunda-feira (14), no povoado Pedra do Rumo, por tentativa de homicídio contra Antônio Carlos, 44 anos. A arma usada para cometer o crime foi uma espingarda soca-soca.

Rock, como é conhecido na localidade, diz que atirou nas pernas da vítima para se defender de uma suposta ameaça de morte que teria sofrido por parte de Antônio Carlos. Ele também relata que estava dormindo quando despertou do sono ao ouvir Antônio Carlos lhe chamando pelo nome, ao sair na porta da rua avistou seu algoz armado com uma faca, então correu.

Em seguida, já de posse da espingarda reencontrou a vítima e efetuou os disparos.

Ainda na noite de segunda-feira (14), mas já na sede do município, por volta das 21 horas, Luciele Sotero dos Santos, de  31 anos,  moradora da rua Antônio Rodrigues, bairro Setúbal, foi vítima de assalto quando estava sentada na porta de casa conversando com uma amiga e usando seu aparelho celular.

Ela conta que nesse momento foi surpreendida por um assaltante armado de revolver que exigiu que a mesma lhe entregasse o aparelho, entretanto, provavelmente por acidente a arma disparou. Por sorte, a bala só atingiu a vítima de raspão.

Ferida, Luciele Sotero correu para o interior da sua residência e pediu socorro à mãe.
Luciele Sotero agradeceu a Deus por continuar viva, mas
demonstra grande preocupação com a insegurança na cidade.
O bandido fugiu de bicicleta, mas deixou cair nas proximidades o celular que havia acabado de roubar.

A vítima se diz amedrontada com a violência na cidade, e ela tem razão, pois no dia seguinte, por volta das 19h30, uma senhora identificada como Antoniza Moreira da Silva, residente do bairro da Areia, teve sua motocicleta Honda/Biz 125 ES, cor preta, placa OJP-5988, Bacabal-MA, tomada de assalto quando trafegava pela rodovia BR-316, mais precisamente em frente a concessionária de veículos Dalcar.
Temendo represália, vítima concedeu entrevista de costas
ao repórter Romário Alves (TV Difusora).
De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado no 1º Distrito Policial de Bacabal, dois indivíduos, um com revolver em punho e o outro com uma faca, lhe obrigaram a parar e descer do veículo. “Desce vagabunda, se não eu atiro e lhe mato aqui agora”.
Vítima assinando o B. O.
A dupla fugiu em direção a Estrada da Bela Vista.

A vítima diz que os assaltantes utilizavam uma motocicleta de cor preta e somente o que pilotava estava de capacete.

Antoniza Moreira chama a atenção para alguns adesivos que existem em seu veículo com a palavra “cheirosa” e as frases “Propriedade de Deus” e “Presente de Deus”.

Até por volta das 23 horas da terça-feira (15) não haviam informações sobre o paradeiro dos assaltantes.

O caso dela é muito parecido ao que ocorreu por volta das 2 horas da madrugada de segunda-feira (14), quando uma senhora que trafegava pela rua Djalma Dutra, bairro da Areia, foi obrigada por três homens com armas de fogo em punho a descer de sua motocicleta Honda/Biz, cor vermelha, placa OXT-3393, Bacabal-MA.

De acordo com a vítima, os mesmos estavam em um carro que ela não sabe precisar a cor, marca e nem modelo, pois teria sido orientada a se manter de cabeça baixa enquanto entregava a chave do veículo.
Motocicleta tomada de assalto durante a
madrugada de segunda-feira (14).
Foto: Arquivo.
A vítima seguia sozinha para sua residência, localizada no bairro Almiro Paiva.

Quem souber qualquer informação sobre o paradeiro do veículo roubado ou que possa levar identificar os assaltantes pode ligar para 98174-0076 (Falar com Vânia), 98136-9912 (Falar com Francisca) ou ainda entrar em contato com a Delegacia do 1º DP – (99) 3621-1025.

Essas vítimas citadas acima esperam ter a mesma sorte da proprietária desta bicicleta da foto abaixo, que havia sido furtada na quinta-feira (10), de frente ao prédio do Fórum da Comarca de Bacabal.

O veículo foi recuperado poucas horas depois.

Ao passar próximo ao Supermercado Econômico, na BR 316, em Bacabal, o policial militar Diego, ao avistar um homem que empurrava uma bicicleta, resolveu aborda-lo, no entanto, o mesmo abandonou o veículo e sai em desabalada carreira tomando o rumo do antigo Parque de Exposição Agropecuária de Bacabal (Expoaba).

O policial ainda pôde perceber que o suspeito portava uma arma branca na cintura.

A proprietária da bicicleta só soube do paradeiro da mesma, através de seu esposo William, mecânico de automóveis e assíduo leitor do Blog do Sérgio Matias. Foi lendo as postagens que ele viu a informação que dava conta da apreensão da bicicleta.
Bicicleta furtada que foi recuperada pela
Polícia Militar.
Munido da documentação ele foi até o quartel do 15º BPM e readquiriu seu bem. Ponto positivo para a Polícia Militar e, em especial, à perspicácia do jovem soldado Diego.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...