PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

banner-OUTUBRO-valendo-1.gif

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

PC cumpre mandado de prisão em desfavor de suposto informante de bando morto em confronto com a polícia

"Kéké" é acusado de repassar informações ao bando.
Titular da 16ª Delegacia Regional de Bacabal, delegado Leonardo Pereira, cumpriu mandado de prisão preventiva em desfavor de Manoel de Jesus  Silva de Sousa, 39 anos de idade, vulgo “Kekê”. O documento foi expedido pela Justiça dia 19 de agosto de 2015, assinado por Vanessa Ferreira Pereira Lopes, Juíza Titular da 1ª Vara da Comarca de Bacabal.

Morando há 17 anos em Olho D’Água do Lapela, povoado da zona rural onde ocorreu,  dia 21 de julho desse ano, assalto a um comércio que resultou na perseguição e morte de três elementos, além da prisão de uma quarta pessoa, comparsa dos que tombaram sem vida, “Kekê” teria relatado ao bando que o proprietário, vizinho a sua residência, estaria de posse de uma vultosa quantia em dinheiro.

Em sua defesa ele diz não ter qualquer participação na ação delituosa e só conhecer um dos assaltantes, conhecido como “Neguinha”, prima de sua esposa. Segundo “Kekê”, os dois se falaram pela última vez no dia 10 de abril de 2015 quando o assaltante foi ao povoado lhe oferecer uma motocicleta.

Entenda o caso

Em julho desse ano, três assaltantes foram mortos e um preso quando tentavam fugir após cometerem assalto a um comércio no povoado Olho D’Água do Lapela. Do estabelecimento foram levada cerca de R$ 7 mil mil reais e uma arma de fogo.

Ao tomarem conhecimento do fato, moradores da localidade saíram armados de facões e espingardas em perseguição aos assaltantes, conseguindo alcança-los em um outro povoado conhecido como Bacuri II, já na área do município de Lago Verde.

Neste instante, uma guarnição composta por policiais dos Destacamentos da Policia Militar de Conceição do Lago Açu e Lago Verde, e integrantes da Força Tática do 15º BPM/Bacabal, fizeram o cerco e, diante da recusa dos assaltantes em se entregar, teve início uma intensa troca de tiros, resultando na morte de três deles.
Assaltantes mortos foram trazidos para Bacabal.
O quarto, identificado como Wanderson Aguiar da Luz, 23 anos, morador do bairro Trizidela, escapou ileso e foi algemado.
Wanderson já tinha passagens pela polícia e gostava de se exibir
 portando armas de fogo.
Mesmo já rendido pelo policiais, Wanderson por pouco não foi linchado pela população. O medo das mais de cinquenta pessoas presentes era que o mesmo retornasse ao povoado para vingar a morte dos comparsas.

No assalto foram utilizadas duas motocicletas – Honda/Bros, cor amarela, e Honda/Fan, cor preta, e ainda uma terceira, tomada de assalto durante a fuga. Tanto o assaltante preso como os três corpos foram trazidos para Bacabal. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...