PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

banner-OUTUBRO-valendo-1.gif

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Melk, bandido de altíssima periculosidade, morre em confronto com a polícia na região de Pedrinhas, em São Luís

Traficante Melkzedeque Oliveira dos Santos, conhecido como Melk, foi morto no fim da manhã desta quinta-feira (27) em confronto com a polícia no Mangue Seco, na região de Pedrinhas.  Tudo começou quando por voltas das 11h30, na BR 135, Melkzedeque  avistou uma barreira policial de uma operação conjunta da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil.

Ao avistar a barreira, Melkzedeque, que estava num carro Golf, vermelho, retornou na contramão de direção, momento em que foi abordado por uma equipe do choque e revidou atirando contra os policiais, empreendendo fuga. Após diligencias, o Serviço de Inteligência da PMMA localizou o veículo no bairro Mangue Seco, onde Melk, como é conhecido, novamente atirou contra os policiais que revidaram, vindo a óbito. Com Melk, estava Leilson Marques da Luz, 19 anos, preso. Um terceiro conhecido por Adê que dirigia o Golf, vermelho de placas MNR 3444, conseguiu fugir, mesmo baleado. Melk, ainda foi levado ao Hospital Dr. Clementino Moura.
Segundo o coronel Egídio, do Comando de Policiamento da Área Metropolitana 3 (CPAM 3), além de ser conhecido por provocar o terror dos moradores da Vila Colier,  Melk também é apontado como um dos principais suspeito de ter matado a tiros o adolescente Jeferson Sousa, de 16 anos, nas proximidades da escola onde estudava, a Unidade Escolar Básica José Gonçalves do Amaral Raposo, em Pedrinhas, na noite de quarta-feira (19).

Na ocasião ocorrida semana passada, a guarnição da Polícia Militar ficou sabendo do fato por meio do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) e ao chegar ao local encontrou o corpo da vítima caído em via pública com uma marca de bala no tórax. Os militares receberam a informação de moradores que o adolescente tinha sido baleado pelo fato de ser parecido fisicamente com um traficante, identificado apenas como Macaquice, e o principal autor do disparo seria o Melk. O adolescente era morador da Vila Cabral e estaria indo a escola.
Melk, bandido de altíssona periculosidade. 
Melk, considerado de altíssima periculosidade, foi recapturado por policiais militares em abril de 2014, quando estava na condição de foragido e cumpria  pena no Complexo Penitenciário de Pedrinhas pelo crime de roubo. Além dessa prática criminosa, era apontado como integrante de uma facção criminosa, envolvida com tráfico de drogas, homicídios e assaltos. Melkzedeque foi beneficiado pelo indulto de Natal e não  teria retornado a penitenciária, e desde então era procurado pela polícia.

Já em junho de 2014, fugiu da penitenciária de Pedrinhas e desde então estava foragido.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...