PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

terça-feira, 14 de julho de 2015

MAIS UM CASO: Homem é preso em Bacabal acusado de abusar sexualmente de menor

Atualizada às 15h29

O vazanteiro identificado como Edgar Francisco de Assis, 51 anos de idade, foi preso na tarde desta segunda-feira (13), no bairro Cohabinha, em Bacabal. Informações dão conta que, no domingo (12), o mesmo ingeria bebida alcoólica em frente a casa onde a vítima, que tem entre 7 e 9 anos de idade, mora com a mãe, na avenida São Francisco.

Em determinado momento o acusado teria pedido autorização para usar o banheiro do imóvel e, nesta hora, teria colocado a criança no colo e colocado a genitália de fora.

Ao ser avisada, a mãe acionou a Polícia Civil que esteve no local, mas encontrou o acusado. Na tarde desta segunda-feira (13), Edgar retornou para casa, sendo preso e conduzido ao 1º Distrito Policial onde foi autuado pelo crime de estupro de venerável, em seguida, transferido para a Unidade Prisional de Ressocialização, no povoado Piratininga.

Edgar também é desportista e há vários anos trabalha com Escolinhas de Futebol.

O temor da família é que o acusado fique impune, como no caso da menor de iniciais B. A. P. R., hoje com 12 anos de idade, que numa entrevista exclusiva dada ao repórter Wanderson Ricardo (TV Difusora), disse que desde os 9 anos sofria abusos sexuais praticados pelo próprio pai, identificado como Fernando Silva Rodrigues, mais conhecido como “Filho do Chico Pimenta", com quem passou a morar no povoado Barraca do Açude, zona rural de Bacabal, após o mesmo se separar da sua mãe. Ela conta que decidiu contar para a mãe e outros familiares porque não suportava mais os abusos, agressões físicas e ameaças de morte.

O último abuso teria sido cometido no dia 20 de fevereiro desse ano, período que sua madrasta viajou para o Pará. A menor ainda teria tentado se proteger fechando a porta do quarto, mas foi em vão porque o pai conseguiu abri-la. Questionada pelo repórter, a menor disse que sua única reação quando estuprada, era chorar. Ele é um monstro. Não considero como meu pai. Era para ele já tá preso ou nem vivo mais, desabafa.

Orientada por uma tia a menor relatou para a mãe, através de uma carta, tudo que sofria. Ao tomar conhecimento do sofrimento da filha, Lucélia do Nascimento de Paiva, 28 anos, Não pensou duas vezes e, de imediato, denunciou o ex-companheiro à polícia. O Boletim de Ocorrência foi registrado no dia 23 de junho de 2015, porém, a mãe da menor disse ao repórter Wanderson Ricardo que a delegada Carla Danielle -Delegacia Especial da Mulher - havia lhe informado que nenhuma providência tinha sido tomada por não ter existido o flagrante.

Lucélia do Nascimento também contou que exames constataram que a filha não é mais virgem. Ela reclama que até o momento nem a criança, nem o acusado, foram ouvidos oficialmente pela polícia.

Relembre o caso:

Roberto Costa denuncia caso de abuso de menor em Bacabal

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...