PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

banners-novembro-1.gif

terça-feira, 7 de julho de 2015

“Ele é um monstro”, diz criança abusada sexualmente pelo pai; família reclama da falta de ação da polícia de Bacabal

A menor de iniciais B. A. P. R., hoje com 12 anos de idade, disse ao repórter Wanderson Ricardo (TV Difusora), que desde os 9 sofria abusos sexuais praticados pelo próprio pai, identificado como Fernando Silva Rodrigues, mais conhecido como “Filho do Chico Pimenta", com quem passou a morar no povoado Barraca do Açude, zona rural de Bacabal, após o mesmo se separar da sua mãe. Ela conta que decidiu contar para a mãe e outros familiares porque não suportava mais os abusos, agressões físicas e ameaças de morte.

A menor foi proibida até de visitar a mãe ou simplesmente brincar com as colegas. Segundo ela, a madrasta, que também morava na mesma casa, se ausentava todas  as manhãs para trabalhar em uma escola e deixava os dois a sós. Entretanto, os abusos teriam tido inicio na residência do pai do acusado, ou seja, avó da menor, e se repetiam todas as vezes que ela era deixada sozinha na companhia do pai.

B. A. P. R., diz que chegava a ficar aliviada do pesadelo quando o pai conseguia algum emprego longe de casa. Ele me queria como se eu fosse uma mulher, e não a filha dele”, disse a vítima.
O último abuso teria sido cometido no dia 20 de fevereiro desse ano, período que sua madrasta viajou para o Pará. A menor ainda teria tentado se proteger fechando a porta do quarto, mas foi em vão porque o pai conseguiu abri-la. Questionada pelo repórter, a menor disse que sua única reação quando estuprada, era chorar. Ele é um monstro. Não considero como meu pai. Era para ele já tá preso ou nem vivo mais, desabafa.

Orientada por uma tia a menor relatou para a mãe, através de uma carta, tudo que sofria. Ao tomar conhecimento do sofrimento da filha, Lucélia do Nascimento de Paiva, 28 anos, Não pensou duas vezes e, de imediato, denunciou o ex-companheiro à polícia. O Boletim de Ocorrência foi registrado no dia 23 de junho de 2015, porém, a mãe da menor disse ao repórter Wanderson Ricardo que a delegada Carla Danielle -Delegacia Especial da Mulher - havia lhe informado que nenhuma providência tinha sido tomada por não ter existido o flagrante.

Lucélia do Nascimento também contou que exames constataram que a filha não é mais virgem. Ela reclama que até o momento nem a criança, nem o acusado, foram ouvidos oficialmente pela polícia.

Fernando Silva Rodrigues, que foi demitido do emprego de tratorista após o acontecido, estaria residindo atualmente no povoado Brejinho, também na zona rural de Bacabal.

A reportagem foi exibida com exclusividade nesta terça-feira (7) no programa Ronda na Difusora, apresentado por Randyson Laércio, e será reproduzida nesta quarta-feira (8), a partir das 12h15. REVEJA A ENTREVISTA DA MENOR.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...