PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

terça-feira, 23 de junho de 2015

Polícia investiga suposto estupro praticado contra criança de 6 anos, em Bacabal

Atualizada às 16h36 para correções de falhas provenientes de problemas técnicos no layout do blog e que tem alterado a sequencia dos textos.               

A polícia de Bacabal investiga se uma criança de apenas 6 anos de idade teria sido vítima de estupro praticado por um homem identificado como Francisco de Assis Monteiro Silveira, 27 anos, conhecido como “Fiquim”. Segundo Boletim de Ocorrência registrado pela mãe da vítima, o acusado atraiu a menor até sua residência, localizada na rua Maneco Mendes, bairro Trizidela, onde voltou a residir com a esposa e uma filha de dois anos depois de ter retornado recentemente da cidade de Imperatriz.
Parentes da vítima relatam que após a criança chegar em casa chorando e dizendo que “Fiquim” havia a ameaçado de morte, não disse onde estava, mas vizinhos a viram saindo do da casa de “Fiquim”. Por isso, logo surgiu a suspeita que, na verdade, poderia se tratar de um estupro e então resolveram procura-lo. O acusado se disse inocente e ainda ameaçou processar uma tia da vítima.
Em sua defesa “Fiquim” alega que havia apenas pedido para a criança ir ao comércio comprar cigarro, versão confirmada em seguida pela vítima. Entretanto, ela diz que ao retornar, uma prima que estava em sua companhia teria lhe empurrado para o interior da residência de “Fiquim”, que se aproveitou da oportunidade para cometer o abuso.

A tia da vítima ainda lamentou que a Polícia Militar tenha demorado cerca de uma hora para atender a ocorrência, tempo suficiente para “Fiquim” empreender fuga. O fato também foi comunicado a Polícia Civil.
A vítima foi levada até ao 1º DP pela mãe que registrou um Boletim de Ocorrência, sendo que imediatamente se determinou que fosse feito exame de Corpo de Delito.

Uma equipe de investigadores da Polícia civil esteve na residência do acusado onde foi encontrado o par de sandálias da vítima.
De acordo com a delegada Carla Daniele, para que seja obtido um resultado mais preciso a criança foi encaminhada ao Instituto Médico Legal de Timon onde será submetida a um novo exame.

Ainda segundo a delegada, como o acusado não foi encontrado para ser ouvido, provavelmente, sua prisão será decretada nas próximas horas. Assista abaixo a entrevista da tia da vítima que foi concedida com exclusividade ao repórter Romário Alves (TV Difusora).
video
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...