Informa Maranhão

Contato: (99) 98857-2669 - WhatsApp

CORONA

25 de nov. de 2014

Criminoso acusado de assassinar policiais militares em Paço do Lumiar é morto pela polícia em Bacabal

Atualizada às 20h45

Foi morto em confronto com policiais militares, civis, agentes da Seic, Serviço de Inteligência de Bacabal e São Luís, o indivíduo conhecido por João Vítor (foto), acusado de ser um dos três criminosos que assassinaram os  policiais militares Johnny David Chapui Araújo e José Davi Sousa do Vale,  em Paço do Lumiar, na região metropolitana de São Luís, no último sábado (22). No dia do crime houve troca de tiros e um dos bandidos também morreu. João Vitor dirigia o carro que transportava os assaltantes no dia do ocorrido.

Após o homicídio, João e Vitor e Gustavo, conhecido por “Boca”, fugiram com destino a cidade de Bacabal onde se homiziaram. Desde então, uma grande operação dos órgãos de segurança do Estado foi montada no intuito da localização dos acusados. Em Bacabal, os assaltantes e homicidas recebiam todo o apoio logístico ( hospedagem, alimentação, compra de celulares e chips) de Mikaele Sousa Pereira, 18 anos, residente na rua Jorge José de Mendonça (Cajueiro), que segundo informações da polícia, é namorada de Bocão.

Além de Mikaele, também davam apoio aos mesmos Giordanio Araújo Sousa, 31 anos, e Elizeu de Sousa Lima, 42, ambos residentes na rua Luís Domingues, bairro Cururupu, em Bacabal, onde foram presos.
Já na tarde do desta terça-feira (25), por volta das 13 horas, na rua Manoel Alves de Abreu, centro de Bacabal, quando João Vitor seguia de carona na motocicleta Honda/Pop, cor preta, de placa OJA 4556, que era pilotada por Mikaela, não obedeceu a ordem de parada e atirou contra os policiais, que reagiram. João Vítor foi alvejado, socorrido e encaminhado para o Pronto Socorro Municipal de Bacabal,  vindo a óbito. Gustavo, outro envolvido continua sendo procurado pela polícia.
Com João Vitor, os policiais encontraram uma Pistola  PT .40, de nº SBP 10825, pertencente a carga da Polícia Civil do Estado do Maranhão, com três estojos deflagrados e mais três celulares.

Participaram da operação o tenente-coronel Egídio Amaral, delegados Carlos Alessandro e Luigi, agentes da Seic, Serviço de Inteligência de Bacabal e São Luís, e policiais militares.
Giordane, Micaely e Elizeu
Entenda o caso

Segundo informações da polícia, os soldados da Polícia Militar identificados como David do Vale e David Chapuy não estavam a serviço no momento do crime e participavam de uma confraternização, quando três criminosos chegaram em um veículo preto.

Um dos bandidos desceu do veículo e pediu água à uma das pessoas que estavam na casa. Logo, ele anunciou o assalto. Do Vale reagiu e matou o bandido. Os outros dois assaltantes que estavam no carro iniciaram uma troca de tiros que matou o policial David Chapuy.

Dentro de instantes mais detalhes...