3 de mar. de 2014

Acusado de executar a ex-esposa com vários tiros continua foragido; Teixeirinha tem duas filhas com a vítima

A vendedora de produtos de beleza, Maria Rita (foto), de 31 anos, foi vítima de crime passional que teve a própria irmã como testemunha ocular. Antônio Costa Teixeira, conhecido como Teixeirinha, ex-marido e pai das duas filhas da vítima é apontado como o autor dos vários tiros que ceifaram sua vida.

O homicídio ocorreu na manhã da última quinta-feira (27/02), por volta das 10h, na estrada vicinal que dá acesso ao Povoado Boa Esperança, zona rural de Bacabal, onde Maria Rita passou a morar após se separar do acusado.

Segundo relato de Fátima Nunes, irmã da vítima, Teixeirinha chegou ao local em um carro Fiat Palio, cor preta. Ao encontrar com a ex-mulher efetuou os disparos a queima-roupa e fugiu tomando rumo ignorado.

Ainda segundo informações, Teixeirinha não estava conformado com a separação e, quase que todos os dias, insistia em manter contatos com a vítima, pessoalmente ou por telefone. Diante das recusas teria resolvido cometer o crime.
Boato

Horas após o crime correu um boato nas redes sociais dando conta de um possível suicídio cometido pelo criminoso (na foto abaixo), no entanto, esse fato não foi confirmado e seu paradeiro ainda é uma incógnita para a polícia.

Quem soube qualquer informação que possa levar à Antônio Costa Teixeira, conhecido como Teixeirinha, mototaxista e motorista de caminhão, pode ser repassada à Polícia Militar pelo 190.