Informa Maranhão

Contato: (99) 98857-2669 - WhatsApp

CORONA

20 de mai. de 2013

FMF adia jogo e deixa torcedores no prejuízo

Arbitragem saindo de campo após o adiamento e canhoto
de torcedorque ficou no prejuízo
Torcedores bacabalenses que se deslocaram até a nossa capital para prestigiar a segunda partida da semifinal do returno do estadual, entre BEC e Maranhão, voltaram reclamando barbaridade.

Além de não assistirem jogo algum devido a partida ter sido adiada para hoje (20) em virtude da péssima condição do gramado de jogo, o valor pago pelos ingressos não foi devolvido. Quem não pode permanecer em São Luis, como é o caso de praticamente todos eles, ficou no prejuízo.

E não são apenas os torcedores de Bacabal, dezenas de bacabalenses radicados na capital que foram ao estádio Nhozinho Santos no final da tarde de ontem (19) estão revoltados.

Luís Júnior, por exemplo, desembolsou R$ 30,00 (trinta reais) para ter acesso às cadeiras. Após tomar conhecimento que não seria ressarcido, desabafou: “Hoje, debaixo de chuva me desloquei ao estádio Nhozinho Santos para assistir o jogo entre BAC x MAC (R$ 30,00) e poder prestigiar o time da minha cidade.

Após atraso de 40 minutos e sem nenhum aviso por parte do sistema de áudio do estádio fiquei sabendo que o jogo foi cancelado em virtude da má condição do gramado afetado pelas chuvas.

Mas o pior estava por vir.

Quando fui devolver o ingresso e pegar meu dinheiro de volta me deparei com a bilheteria totalmente fechada e sem ninguém para dá uma orientação sobre problema.

E agora?
Será que ficarei no prejuízo e passarei por papel de palhaço como consumidor?

Será que ainda irei assistir outro jogo ou irei levar meus filhos para tamanha decepção?

Será que futebol maranhense algum dia será organizado e respeitoso com consumidor?”

No final, Luís disse ainda que denunciará o fato ao Ministério Público.
Presidente de uma das torcidas organizadas do Bacabal, Dentinho,
criticou, através da imprensa, a atitude da Federação Maranhense
É hoje!
Logo mais, às 17 horas, as duas equipes retornarão ao estádio Nhozinho Santos para disputar o jogo da volta válido pela semifinal do returno. Em consequência do adiamento a equipe azulina também acabou saindo prejudicada financeiramente, pois terá que pagar mais uma diária de hotel para toda a comissão técnica e jogadores. Isso sem contar com despesas de alimentação e transporte.