PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Casal de idosos fica no relento após usuária de drogas atear fogo em casa de taipa


Essa humilde casa de taipa, localizada na rua Maneco Mendes, bairro Trizidela, foi quase que completamente destruída por um incêndio criminoso ocorrido na manhã desta sexta-feira (18). O proprietário Osvaldo Alves da Silva, de 68 anos de idade, conta que ele e a companheira Margarida de Alencar, de 52, terão agora que dormir no relento, pois não têm para onde ir.
Seu Osvaldo aponta uma mulher de nome Lucimeyre como a responsável por atear fogo em sua casa. Ela seria usuária de drogas e constantemente exigia dinheiro do casal que, temendo o pior, às vezes cedia às ameaças.

Lucimeyre já teria tentando incendiar o imóvel na terça-feira (15), porém, Seu Osvaldo, que é lavrador, conseguiu apagar o fogo antes que tomasse grande proporção.

Nesta sexta-feira, infelizmente, ele não teve a mesma sorte e as chamas consumiram todos os seus pertences, como móveis e utensílios domésticos. O casal ficou apenas com a roupa do corpo e conta neste momento com a solidariedade dos vizinhos. Seu Osvaldo pede ainda a ajuda da população bacabalense em geral no que tange a doação de material para a reconstrução de sua casa.
Quem puder contribuir pode se dirigir ao local: rua Maneco Mendes, nº 141, bairro Trizidela.

A Polícia Civil tenta localizar e prender a suspeita.

Solidariedade

O repórter Romário Alves (TV Difusora) esteve no bairro Trizidela conversando com o casal e se comprometeu a também pedir a ajuda dos seus telespectadores.

A matéria vai ao ar na segunda-feira (21), a partir das 6h15, no programa Bandeira 2.

Cliente constrangida e acusada de furto aciona supermercado de Bacabal na justiça


Cópia do Boletim de Ocorrência registrado pela vítima.
Um caso ocorrido no último dia 09 de agosto no interior de um estabelecimento comercial, localizado à margem da rodovia BR-316, em Bacabal, virou caso de polícia após cliente procurar a delegacia para registrar boletim de ocorrência.

A estudante Maria Letícia Sousa Freitas, de 24 anos, moradora da rua da Paz, bairro Coelho Dias, comunicou à autoridade policial que encontrava-se na Brasil Atacarejo fazendo compras e, depois de efetuar o pagamento, na saída foi abruptamente abordada por seguranças que, na frente de funcionários e outros clientes, alegaram que a mesma tinha subtraído um reparador de pontas [de cabelo] e, ainda de acordo com os argumentos dos seguranças, o suposto furto teria sido registrado pelas câmeras do circuito interno de vigilância.

Após ser revistada e o produto não ter sido encontrado, Maria Letícia foi encaminhada à sala onde fica a central de monitoramento e, neste intervalo, pediu, via celular, a ajuda de seu namorado que logo chegou.

Na referida sala estava o gerente do estabelecimento na companhia de um policial militar identificado pela cliente como Cabo Augusto.

Ao verificar as imagens das câmeras foi constatado que, na realidade, a cliente não havia cometido nenhum furto, antes, porém, ela ainda foi questionada se o reparador não estaria escondido em outra parte.

Diante da situação que submeteram a cliente, a direção se ateve a pedir desculpas pelo constrangimento, já Maria Letícia, bastante abalada emocionalmente, procurou a Delegacia do 1º Distrito Policial onde foi confeccionado o B. O.

A cliente também já buscou o auxílio de uma advogada que dará prosseguimento ao que o caso requer.

Casos de excessos por parte do comércio são registrados com frequência em Bacabal. Em março desse ano, por exemplo, Rhelme Souza, de 36 anos, moradora do residencial Cidade Jardins, procurou o Blog do Sérgio Matias para denunciar a omissão da gerência de uma loja de departamentos localizada na rua Getúlio Vargas. De acordo com ela, por volta das 11 horas da manhã daquele dia o aparelho celular de sua filha foi furtado do interior da Loja.

Ainda segundo Rhelme, enquanto a sua filha testava um calçado, colocou o celular (Samsung Galaxi J3) na cadeira ao lado e, pouco tempo depois, deu por falta do aparelho que tem apenas dois meses de uso.

As duas foram imediatamente à gerência para tentar identificar, através das câmeras do circuito interno de segurança, a pessoa que havia cometido o furto, mas, entretanto, a responsável pela loja teria negado o acesso às imagens, alegando que isso só poderia ser feito por determinação judicial.

A vítima reclamava que vendedores e seguranças também não colaboraram.

RELEMBRE O CASO:

Cliente vítima de furto dentro de loja em Bacabal acusa o estabelecimento de omissão

Artimanhas do candidato derrotado Roberto Costa atrapalham, mas não impedem a aprovação popular da gestão Zé Vieira


Como todo mau perdedor, o deputado Roberto Costa (PMDB) tem sistematicamente tentado impedir que seja respeitada a vontade popular manifestada nas urnas pelos bacabalenses, seja por intermédio da justiça onde, inclusive, já obrigou o município a passar os dois primeiros meses do ano com as contas bancárias bloqueadas, ou patrocinando uma campanha de perseguições, ofensas e acusações sem provas contra o prefeito Zé Vieira (PP) e a maioria dos demais integrantes da atual administração municipal.

Se porventura essas artimanhas se dessem em outros tempos, até que poderiam causar dissabores pessoais e políticos, no entanto, a via que Zé Vieira escolheu para contra-atacar acabou jogando uma pá de cal nas pretensões do deputado.

Apesar da crise e perseguições, o atual prefeito arregaçou as mangas e só no primeiro semestre de sua gestão devolveu à cidade o aspecto urbanístico que sempre mereceu e já fez dela a Princesa do Mearim. A começar pelas ruas e avenidas do centro que hoje estão recapeadas com asfalto de qualidade e livres da buraqueira que, além de causar transtornos para ciclistas, motoristas e pedestres, indiretamente também atrapalhava o movimento no comércio.

Esse trabalho tem ultimamente se estendido aos bairros e, só nas ultimas semanas, foram recuperadas várias outras ruas e avenidas em lugares que se encontravam intrafegáveis, como na área da praça Santos Dumont (Bom Pastor), rua Eurico Dutra (Delegacia), rua da Esperança (bairro Esperança), rua 11 (bairro Vila São João), rua Gomes de Sousa (bairro Ramal), dentre outras.
Na tarde desta quinta-feira (17), por exemplo, chegou a vez da rua Jorge José de Mendonça, conhecida como rua do Cajueiro, na margem do Rio Mearim, que terá  camada asfáltica com altíssima durabilidade.
Paralelas a tudo isso, ações nos setores da Saúde, Educação, Esporte, Agricultura, Cultura, Meio Ambiente, Economia, Abastecimento de Água, e outros, resultaram no alto índice de aceitação popular que a atual gestão Zé Vieira vem registrando.

Claro que nada disso seria possível se não houvesse também a participação do setor da Comunicação. Responsável por estabelecer o elo da administração com a população a ASSECOM, que tem à frente o jovem Israel Braga, vem diuturnamente cumprindo essa função com a divulgação dessas ações.
Tudo isso tem feito o candidato a prefeito derrotado amargar sucessivos insucessos. Só para início de conversa, Roberto Costa, que já admitiu não disputar a reeleição para deputado estadual por reconhecer que não tem chances, flutua agora entre opor-se a Zé Vieira e encontrar guarita em alguma função pública que possa, a partir de 2019, impedir que ele faça parte da extensa fila de desempregados no país, afinal, com seu egoísmo exacerbado, Roberto não deverá mais se contentar com o reles papel de ‘segurador de mala’.

LEIA TAMBÉM:

Roberto Costa desiste de disputar a reeleição para deputado estadual


Adversários de Zé Vieira continuam fazendo trapalhadas e tentando adivinhar datas e resultados de julgamentos


quinta-feira, 17 de agosto de 2017

AJUDE! Jovem procura o pai que nunca conheceu e que reside em Bacabal


Informações atualizadas às 13h48

Horas após essa divulgação, Márcio Vinicius Mendes Barros, de 28 anos de idade, que reside no município maranhense de Pinheiro, e há tempos procurava o pai que nunca conheceu, conseguiu falar com familiares dele que residem em Bacabal.

Issac Ramos de Oliveira, pai de Márcio Vinicius, não reside mais em nossa cidade, porém, os dois se conhecerão pessoalmente em breve e, como agora, o Blog do Sérgio Matias mostrará esse momento especial.

Agradecemos a todos que de alguma forma colaboraram e nos colocamos a inteira disposição de quem precisar.

'RISCA FACA': Homem é conduzido à delegacia por portar facão e simulacro de arma de fogo em festa


Gleidson Melo Cruz, de 19 anos de idade, morador do povoado Angelim, zona rural do município de Lago Verde, foi apresentado no 1º Distrito Policial de Bacabal após ser detido de posse de um simulacro de arma de fogo e um facão.

Os policiais militares foram informados que no povoado estaria havendo uma festa dançante e que algumas pessoas estariam armadas. Imediatamente, a guarnição comandada pelo Sargento Edson e ainda composta pelos Cabos Leucide, N. Cunha e Fernando, foi ao local averiguar a denúncia.
Após algumas revistas pessoais, foi encontrado em posse de Gleidson, além das armas, um aparelho celular e outros objetos.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Microonibus que transportava alunos de faculdade de Bacabal perde o controle e vai parar fora da pista na BR-316


Por volta das 19 horas desta quarta-feira (16), um microonibus que transportava alunos de uma faculdade particular de Bacabal perdeu o controle, desceu uma ribanceira e foi parar fora da pista, na rodovia BR-316, nas imediações do povoado Sítio Novo.

O veículo vinha do município de Pio XII e teria quebrado a barra de direção.

Viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar se deslocaram até o local para prestar os primeiros socorros as vitimas.

Felizmente, apesar do susto, ninguém se feriu com gravidade.

Polícia Civil do Maranhão prende em Bacabal mais dois acusados de participação em assalto a agencia do Viva Cidadão em Santa Inês


Dando continuidade as investigações que em fevereiro desse ano prendeu em Bacabal um dos integrantes da quadrilha que, naquele mês, causou pânico no centro da cidade de Santa Inês ao tentar assaltar a agência do Viva Cidadão, investigadores da 16ª Delegacia Regional de Bacabal cumpriram, nesta quarta-feira (16), mandados de prisão preventiva em desfavor de Romário Victor Oliveira Rocha, de 23 anos, morador do Residencial Terra do Sol I, e Paulo Henrique Vidal de Souza, de 28 anos, que atualmente reside e trabalha no Estado do Pará, mas que na época morava nas proximidades da Praça da Bíblia (Cleomenes Falcão).

Ambos são acusados de também integrar a mesma organização criminosa.

Na delegacia, Romário permaneceu calado, já Paulo Henrique disse não ter envolvimento com o assalto, teria fretado o seu veículo para levar a Santa Inês dois integrantes do bando, só que imaginando que eles realizariam apenas uma cobrança.

Paulo retornou a Bacabal para visitar o pai que se encontra enfermo.

Entenda o caso

Durante a tentativa de assalto a agência do Viva Cidadão em Santa Inês, por volta das 16h30, do dia 17 de fevereiro de 2017, quatro bandidos renderam o segurança, tomaram sua arma de fogo e colete, em seguida, ameaçaram funcionários e as pessoas que aguardavam atendimento.

Os bandidos procuravam cédulas de documentos de identidade em branco.

Francisco de Assis da Silva, de 27 anos, foi preso portando um revolver calibre 32, ao sair da agência, junto com outros dois indivíduos, ambos de menor idade, que foram apreendidos próximo da praça matriz.

Dinheiro, cédulas de documentos em branco e objetos tomados dos clientes foram jogados em quintais da vizinhança. A arma e colete do segurança também foram recuperados.

Quadro dias depois, Manoel Santos Chaves foi preso homiziado em uma casa onde as ações criminosas eram planejadas aqui em Bacabal.
Bandeira 2

O repórter Romário Alves (TV Difusora) conversou na delegacia com o seu xará e também com Paulo Henrique. A reportagem completa irá ao ar nesta quinta-feira (17), a partir das 6h15, e, ao meio-dia, no Na Hora D, com Samuel David.

Menor que já havia confessado matar desafeto com cerca de trinta facadas, é suspeito de cravar punhal nas costas de outra vítima em Bacabal


'Doquinha' concedendo entrevista exclusiva ao repórter Romário Alves
na oportunidade que se apresentou na delegacia e confessou o crime
contra o flanelinha Domingos Correia, em maio de 2017.
Um crime ocorrido na noite desta terça-feira (15) só chegou ao conhecimento da Polícia Militar, por acaso, nesta quarta-feira, quando uma guarnição esteve no Hospital Regional Laura Vasconcelos para tratar de questões reverentes a outro caso.

Foi aí que os policiais ficaram sabendo que no dia anterior o elemento identificado por Michael Galvão Ericieira, havia dado entrada após o mesmo discutir com o menor de idade conhecido como ‘Doquinha’.

Michael recebeu um golpe de punhal nas costas, ficando a arma cravada em seu corpo. O crime aconteceu na rua do Sol, bairro Setúbal, em Bacabal, e a vítima foi socorrida por populares.

Apesar da gravidade, o fato não foi comunicado a autoridade policial.

‘Doquinha’, de 17 anos de idade, também é suspeito da autoria do crime de homicídio que teve como vítima o flanelinha Domingos Correia de Sousa (foto abaixo), 20 anos, ocorrido no dia 27 de maio desse ano, na rua Antonio Rodrigues, bairro Setúbal. Ele, inclusive, esteve no 2º Distrito Policial de Bacabal onde confessou ter desferido as cerca de trinta punhaladas que ceifou a vida de Domingos.
Na oportunidade disse ao delegado Jéferson Serra que estaria sendo ameaçado de morte pela vítima que já tinha tentado contra sua vida por duas vezes. ‘Doquinha’ inocentou outro menor, da alcunha ‘vovozinho’ que também estava no local do crime, mas não teria tido participação.

Segundo o menor, a vítima teria ainda tentado estuprar a sua atual namorada.

Em entrevista exclusiva concedida ao repórter Romário Alves (TV Difusora), o menor deu detalhes de como praticou o homicídio. Chegou a pedir desculpa à mãe da vítima e confessou que só resolveu se apresentar após assistir a entrevista que ela [a mãe] deu ao próprio Romário Alves pedindo justiça e lamentando a perda do filho amado. REVEJA.

Governador Flávio Dino chama de absurda e espantosa denúncia sobre aluguel de clínica particular


Informações atualizadas às 14h31

Na edição do Bom Dia Brasil (Rede Globo) levada ao ar na manhã desta quarta-feira (16) foi exibida reportagem que denuncia aluguel de clínica particular, em São Luís, feito pelo Governo do Maranhão sem licitação pública e que já gastou R$ 1 milhão em um ano, sendo que nunca funcionou.

Horas depois, o próprio governador Flávio Dino rebateu a acusação e classificou de absurdo que queiram que a reforma do prédio fosse feita antes de aluga-lo.

Vejam o absurdo: queriam que façamos reforma de um prédio sem antes alugar. Realmente espantoso. Na verdade, a TV de Sarney é contra a existência de um hospital de Ortopedia. Por uma razão: ficaram décadas no poder e não fizeram.

Quero que alguém me explique como podemos obrigar um particular a fazer uma reforma ou como podemos reformar um prédio sem antes alugar. Apesar desses absurdos ataques, vamos continuar a investir e ampliar serviços públicos. Mesmo que a ideologia dominante só queira "cortes".

Prefiro ser agredido injustamente pela TV do Sarney do que deixar a população sem o Hospital de Ortopedia. Ele funcionará em breve. Garanto”, escreveu o governador em sua página no Facebook.

Nota da Secretaria de Estado da Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que:

1. Está trabalhando para a inauguração do Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO) do Maranhão, o que representa a duplicação do número de leitos ortopédicos oferecidos pelo estado na capital, suprindo demanda histórica nessa especialidade;

2. O Hospital de Traumatologia e Ortopedia será entregue à população neste semestre;

3. O aluguel de uma estrutura existente representou uma solução mais barata e mais rápida que a construção de um novo imóvel;

4. O valor da reforma será descontado do aluguel, conforme expressa previsão do artigo 35 da Lei n. 8.245/9

Reveja a reportagem.
video
Por volta das 14 horas, o Governo do Estado fez uma transmissão ao vivo, através do portal oficial do governo, diretamente da antiga Clínica Eldorado onde funcionará em breve o Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão (HTO). No vídeo a secretária adjunta de Saúde do Estado, Taís Farias, explica quais serão os atendimentos de alta complexidade de ortopedia oferecidos para a população maranhense. 

As obras já estão em fase de conclusão.
video

Agende já a sua consulta com a dermatologista Dra. Danielly Luz Mendes


O vitiligo é uma doença de pele que causa manchas brancas acrômicas, tipo leite, em qualquer parte do corpo, podendo comprometer, inclusive, os pelos. Essa doença ocorre muito em jovens e crianças acometendo, praticamente, 2% da população mundial.

Embora, na maioria dos casos, o vitiligo não apresente nenhum aspecto de perigo à pessoa acometida, nem seja contagioso, é um tipo de doença de pele que causa um grande impacto na autoestima das pessoas devido à sua característica inestética.
O tratamento é feito com medicação sistêmica e/ou via oral utilizando-se quase sempre uma radiação ultravioleta fototerapia para estimular a pigmentação. Além disso, o médico pode adotar medidas como a prescrição de vitaminas que sejam anti-oxidantes (vitamina C, por exemplo), que combinados a outros fatores como ácido fólico e vitamina B12, podem ajudar significativamente na fabricação de melanina.

Vale destacar que qualquer tipo de tratamento aqui citado deve ser prescrito e acompanhado pelo médico.

Agende já a sua consulta com a Dra. Danielly Luz Mendes,
(99)3621-7780 | (99)98219-1212 (WhatsApp)
Rua Magalhães de Almeida, 606
Centro | Bacabal-MA
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...