Páginas

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Senador João Alberto faz discurso sobre os 95 anos de Bacabal

"Quero parabenizar a todos os bacabalenses por terem edificado uma cidade cada vez mais alegre, segura e próspera."
Em discurso realizado na quarta-feira (15) no Senado Federal, o senador João Alberto Souza fez questão de parabenizar o povo da sua cidade por estar incansavelmente na luta pelo desenvolvimento de Bacabal.
Para o senador, em menos de um século de emancipação política, Bacabal já é a principal cidade do Médio Mearim considerada, inclusive, o Centro Econômico da região.
"Bacabal já conquistou uma rede própria de atendimento à população como hospitais, pronto socorro municipal, bancos, escolas públicas e particulares, emissoras de Rádios e TVs e internet. Com essa estrutura, a cidade atende, inclusive, as demandas dos municípios vizinhos de São Luís Gonzaga do Maranhão, Lago Verde, Bom Lugar, Pio XII e Satubinha", informou o parlamentar.
O senador João Alberto lembrou que já foi prefeito de Bacabal e que tem orgulho de ser filho de uma cidade em franco progresso. Hoje, Bacabal se destaca nas áreas da agricultura, pecuária, comércio, educação e isso se deve, segundo o senador, aos bacabalenses que com persistência e trabalho árduo acreditam e fazem da cidade um lugar melhor de se viver e de se investir.
"Povo guerreiro, batalhador de Bacabal que hoje merece minha homenagem."

O discurso antecipou a data de comemorações do aniversário de Bacabal que nesta sexta-feira (17) completa 95 anos de emancipação política.

Empresário César Brito parabeniza Bacabal pelos seus 95 anos

Gostaria de parabenizar o povo de Bacabal, gente que com seu trabalho diário tem construído o  desenvolvimento e engrandecimento dessa terra tão querida, buscando sempre no presente o futuro.

Desejo que as conquistas da comunidade sejam sempre crescentes, demostrando o que somos e o que queremos para o futuro.

Tenho orgulho de ser bacabalense e ter aqui constituído minha família e minha história. Pertencer a essa cidade e ver crescer os meus e os teus filhos é a minha honra.

Comunidade Guaraciaba passa a dispor de água canalizada depois de quase 40 anos

As 25 famílias que residem na comunidade Guaraciaba passaram quase quatro décadas madrugando para ter acesso à água para o consumo após caminhar um quilometro e meio todos os dias. A fonte era uma cacimba de onde retiravam o produto sem o tratamento adequado.
Hoje a realidade mudou. A Prefeitura de Bacabal em parceria com o SAAE perfurou um poço artesiano com 60 metros de profundidade e instalou a rede de distribuição levando água canalizada para todas as residências.
Para quem sempre sonhou em abrir uma torneira e ver a água jorrar, a iniciativa do governo municipal interrompe um drama que parecia não ter fim.
“Aqui ninguém sabia o que era uma torneira ou um chuveiro. A gente caminhava quase dois quilômetros com lata d’água na cabeça e ainda era obrigado a beber uma água sem nenhum tratamento, mas graças agora a nossa vida mudou pra melhor”, desabafou Dona Eusamar (presidente da Associação de Moradores do Guaraciaba).
A Comunidade também será beneficiada com a construção de 50 casas de alvenaria através do PNHR - Plano Nacional de Habitação Rural do Governo Federal (Minha Casa Minha Vida). Os recursos já estão assegurados e as obras devem iniciar em breve.

Terra da Bacaba

A história de uma cidade bem bacana, de nome engraçado.
Bacabal era habitada por índios da tribo dos Guajajaras e Crentes (de origem desconhecida), cujas malocas situavam-se no atual bairro do Juçaral. Sua história começa no século XIX com a instalação de uma colônia indígena -Colônia Leopoldina – que mais tarde se tornaria fazendo agrícola de produção.
Acredita-se que houve resistência por parte dos índios aqui existentes na região, que localizavam-se nos povoados Boa Vista da Tábua e Aldeia do Odino. Vale ressaltar que no atual momento, não foi encontrado nenhum remanescente dessas tribos.
Até o final da década de 40 esses índios passavam por Bacabal em direção a São Luis viajando através de embarcações para visitar o “Pai Grande” era a forma como eles tratavam o governo do estado.
Com a chegada do Coronel português Lourenço da Silva em 1876, que aqui encontrou ambiente propício para a implantação de uma fazenda, cultivando lavoura de subsistência (mandioca, milho, feijão e algodão), devido a existência de rios e lagos que possibilitam as primeiras vias de acesso aos moradores.
A referida fazenda localizava-se na atual praça de Santa Terezinha, antes conhecida como Praça de Nossa Senhora da Conceição.
A fazenda do coronel utilizava mão de obra escrava e de alguns aliados indígenas. Com o “fim da escravidão em 1888”, quando da assinatura da Lei Áurea pela princesa Isabel a fazenda entrou em decadência e  por esse motivo foi vendida a Raimundo Alves de Abreu que passou a utilizar a “mão de obra livre” ficando denominada como Sítio dos Abreus. Em 17 de abril de 1920 através da Lei n° 932, assinada pelo então governador do Estado Cr. Urbano Santos da Conta Araújo, o povoado foi elevado à categoria de vila, passando a ser chamado Bacabal dos Abreus.
O nome Bacabal, teve origem devido a existência nesta região de uma grande quantidade de palmeiras conhecidas como bacaba (oenacarpus distichus) ou cocô selvagem.
7 de setembro de 1920, instala-se oficialmente o município, tendo o seu território desmembrado de São Luis Gonzaga do Maranhão. Na época Bacabal contava com cerca de 9.500 habitantes em todo território.
Em 1938, Bacabal passou a categoria de cidade através do Decreto Lei N° 159 de 6 de dezembro do mesmo ano.
Geograficamente falando, sua área municipal é estimada em 1.609 km², depois dos desmembramentos havidos. Limita-se com os municípios de Vitória do Mearim, Lago Verde, São Luis Gonzaga do Maranhão, Lago do Junco, São Mateus do Maranhão, Bom Lugar, Olho D’água da Cunhãs e Pio XII.
Em seus 95 anos de emancipação Bacabal mostra muitas mudanças positivas, porém há aspectos negativos eminentes, infelizmente.
E pra finalizar, deixo abaixo um poema sobre a nossa querida princesa do Mearim. Parabéns Bacabal! Quem te conhece, não te esquece jamais.
O mearim

Eu nasci no Mearim
um rio barrento e lento
lá no fundo da memória
carcomida, como a mim
corroeu o mesmo tempo
e o desalento; também
o rio corrompeu, assoreou.

Um rio perdido ou esquecido
o rio e eu, frente a frente
como um eu diante de outro
eu, desconhecendo-se
outros eus que ficaram
ao longo do caminho
todos irreconhecíveis!

Paisagens deformadas
agora imperceptíveis

não fosse por sua imanência
ou permanência, indefectíveis
lembranças redivivas
imagens esclerosadas
de natimortos renitentes.

O rio torto e incerto
de minha infância esquecida
com aquelas palmeiras
decapitadas; eu, ribeirinho
assustado, imaginando
caminhos nas águas
moventes e errantes.

Lá adiante, quem sabe
o mar, o continente
lá no futuro, o passado
presente e instigante
de um desterro e
destino de emigrante
portanto inveterado.

Que migra e singra
mares nunca dantes
navegados, levando
o próprio rio e seu
desmoronamento e
permanecendo ancorado
mesmo em movimento.

Ou é o porto que vai
enquanto o rio petrifica
na lembrança estagnada.
O Mearim das lavadeiras
já falecidas, meninos
que já se foram
ou mesmo se afogaram.

Porque o rio segue
seu curso indiferente
numa geografia absurda
de ausentes desterrados
de águas turvas, tépidas
desmemoriadas
de seus sobreviventes.

(Autor: Antonio Miranda)

Fonte: O indicador, Castro Digital.

Deputado João Marcelo participa de homenagem ao ex-presidente José Sarney

O deputado federal João Marcelo Souza (PMDB/MA), participou na tarde da última terça-feira (15) da solenidade de entrega da Menção Honrosa Medalha Tucuju ao Excelentíssimo Senhor Presidente José Sarney. Esse é um reconhecimento de sua dedicação e serviços estratégicos prestados ao Estado do Amapá.

Estiveram presentes na solenidade o Vice- Presidente da República Michel Temer; o presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, o Ministro das Cidades, Gilberto Kassab, Senador João Alberto Souza; Senador Valdir Raupp, Governador do Amapá Waldez Goés, a bancada de parlamentares do Amapá entres outras personalidades políticas.
Para o deputado João Marcelo, esse é um reconhecimento público da pessoa José Sarney e do político que ele representa não só para o Estado do Amapá mas também para todo o Brasil. Ressaltou também que poucos políticos são tão bem articulados como o ex-presidente Sarney, que mesmo tendo oficializado sua saída da vida política ainda mantém prestígio e respeito entre os parlamentares.

O ex-presidente José Sarney iniciou sua carreira política como deputado federal, teve três mandatos no Congresso Nacional pelo Estado do Amapá, foi governador do Maranhão e senador pelo mesmo estado,  e deixou legado como a Área de Livre Comércio de Macapá e Santana, a construção de três usinas hidrelétricas, a implantação da Zona Franca Verde e a ponte binacional ligando o Brasil, a partir de Oiapoque à França, via Saint-Georges. Foi eleito em 17 de julho de 1980 membro da Academia Brasileira de Letras.

quinta-feira, 16 de abril de 2015

"Marcelino da Norsergel" de novo atrás das grades

Em mais uma bem sucedida operação da Polícia Civil do Maranhão, através do Departamento de Combate ao Crime Organizado, comandado pelo delegado Carlos Alessandro, com a colaboração das delegadas Ioneide Mello e Carla Danielle, ambas da 16ª Delegacia Regional de Bacabal, foi cumprido mandado de prisão expedido pela juíza Ana Maria Almeida Vieira, titular da 1ª Vara de execuções penais de São Luís, em desfavor de Marcelino Campos Silva, 45 anos, vulgo "Marcelino da Norsegel". Ele foi preso por volta das 17 horas desta quinta-feira (16) em um estabelecimento comercial de propriedade de sua família, localizado na rua Frederico Léda, centro de Bacabal.
Marcelino tem passagens pela polícia por diversos crimes e sua última prisão havia ocorrido na tarde do dia 22 de maio de 2014.

Além de assaltos a agências bancárias, ele cumpria pena na Casa de Detenção do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em nossa capital, por ter atropelado e matado, em junho de 2009, o idoso Josias Gomes Magalhães e ferido Gardênia Melo Veras, que se encontravam sentados na porta da casa que moravam, na rua Getúlio Vargas, centro de Bacabal. O acidente aconteceu por volta das 21h30 e Marcelino conduzia alcoolizado um Fiat Mille, cor preta, placas NHL 1240.

Na época dessa prisão que também foi comandada pelo delegado Carlos Alessandro, já na delegacia, a filha da vítima ficou frente a frente com Marcelino. Ajoelhada ela chorou e disse: “Você vai pagar na cadeia o que fez com meu pai”.

A operação desta quinta-feira (16) colocou fim na fuga que já durava quase um ano, quando Marcelino escapou da Casa de Detenção (Cadet) beneficiado por um esquema criminoso liderado pelo então diretor, Cláudio Barcelos, que acabou preso preventivamente suspeito de receber dinheiro para facilitar fugas e saídas de detentos da unidade prisional.

Marcelino se encontra preso na Delegacia Regional de Bacabal e será recambiado para o Complexo penitenciário de Pedrinhas.

Vem aí o I Motocross dos Loucos, em Bacabal

Prefeitura de Bacabal entrega mais duas escolas reformadas e ampliadas

Carteiras escolar modernas, confortáveis (e laranja).
A valorização do magistério, através de reajuste salarial, elevando o piso da categoria ao piso nacional; a qualificação periódica do corpo docente, o fornecimento de transporte e da alimentação escolar a todos os alunos da rede municipal de ensino são alguns dos fatores que resultaram em conquistas inéditas para o ensino de Bacabal que, segundo a Secretaria Municipal de Educação, obteve nota máxima em 2014.

Na manhã da quarta-feira (15), o prefeito do município, José Alberto Veloso, o secretário de educação, Professor Carlos Gusmão e, toda a equipe de colaboradores da pasta, fizeram a entrega de mais duas unidades escolares: a Pré-Escola Tia Teresinha, no bairro São Lucas, que ganhou mais quatro salas de aula que, somadas as três já existentes, vai dobrar a capacidade de alunos.

“Com essa reforma, que na verdade é mais do que uma reforma, pois aqui o governo construiu praticamente uma escola nova, nós vamos atender tanto os alunos aqui do bairro São Lucas, como os alunos da Vila Pedro Brito, que passarão a estudar em um local confortável”, garantiu o secretário Carlos Gusmão.

A outra escola foi a U. E. F., no bairro Novo Bacabal, que antes contava com apenas três salas de aula, mas, com a reforma, passou a dispor de sete salas de aula, quatro banheiros novos e cantina. A nova escola irá absorver, além dos alunos do bairro, os estudantes que estavam lotados no CAIC. Outras unidades de ensino deverão ser inauguradas por todo este mês de abril.

FRATERNIDADE E PAZ! Caminhada de protesto sem cunho político-partidário será realizada nesta quinta-feira (16) em Bacabal

A Campanha da Fraternidade desse ano nos traz uma temática muito pertinente: "Fraternidade: Igreja e Sociedade" e busca recordar a vocação e missão de todo cristão e das comunidades de fé, a partir do diálogo e colaboração entre Igreja e Sociedade, propostos pelo Concílio Ecumênico Vaticano II, em especial pela Constituição Pastoral “Gaudium et Spes”.

Tendo como base esse pensamento, a Forania I da Diocese de Bacabal - que abrange as três paróquias de Bacabal, a paróquia de São Luis Gonzaga e Bom Lugar - resolveram realizar uma atividade concreta que marcasse essa campanha em Bacabal. Reunidos em torno do seu Bispo, programou-se a Caminhada da Fraternidade pela Paz, que será realizada nesta quinta-feira (16), véspera do aniversário da cidade.

Esse gesto quer ser um sinal da vitalidade da Igreja e do seu compromisso com as pessoas. Não deixará de ser um protesto pacífico frente a todas as mazelas e a violência que atingem a sociedade, embora não tenha nenhum cunho político-partidário. 

Os fiéis concentrar-se-ão na Paróquia São Francisco das Chagas, às 16h, percorrerão algumas ruas da cidade, até chegar à Catedral Diocesana Santa Teresinha, onde será realizado um fórum de debates entre a sociedade e o poder público, ali representado pelas autoridades municipais e estaduais, a quem foram enviados os convites para sua participação.

Sugere-se que os participantes levem lenços brancos e/ou vistam camisas dessa cor. (Com informações da Paróquia de Sant’Ana/Bacabal).      

Mulher é flagrada furtando em farmácia

Patrícia dos Santos, de 26 anos, foi presa na manhã desta quinta-feira (15) após ser flagrada por funcionários de uma farmácia furtando desodorantes. De acordo com informações, não foi a primeira vez que a mesma esteve no estabelecimento cometendo essa prática delituosa.
Outro caso

Uma guarnição da Polícia Militar composta pelo Cabo P. Sousa e Soldados Rubens e Neto, fiz a prisão de Gilson  Carlos Ferreira da Silva, de  31 anos. “Bêla”, como é vulgarmente conhecido, estava no Novo Bacabal e, ao avistar os policiais que se encontravam no bairro para atender outra ocorrência, saiu em desabalada carreira vinda a adentrar em uma residência. Lá ele foi detido portando 6 pedras de crack, um fraco de lolo e pequena quantidade de maconha. Preso, ele foi levado para a Delegacia do 1º Distrito Policial.

SUSPENSE!!! Equipe do Profissão Repórter da Rede Globo desembarca em Bacabal

Atualizada às 17h03

O jornalista Caco Barcellos e sua equipe do Profissão Repórter chegaram a Bacabal na madrugada desta quinta-feira (16) e estão hospedados em um hotel no centro da cidade, onde aproveitaram para posar ao lado de alguns funcionários que não perderam a oportunidade de registrar a presença do ilustre hospede.
Não se sabia, no entanto, se o objetivo da equipe era produzir alguma reportagem relacionada ao nosso município ou se estava apenas de passagem.
O fato é que durante toda a manhã sugiram várias especulações em torno de qual seria a motivação da presença do jornalista em Bacabal, uns ficaram temerosos e de orelha em pé, mas a maioria da população até torcia para que Caco Barcellos estivesse produzindo alguma reportagem direcionada aos reclames locais. Entretanto, no começo da tarde veio a informação que a equipe se encontrava na cidade de Marajá do Sena e, é bem provável, que pelo menos por enquanto Bacabal não faça parte da pauta do Profissão Repórter.
O Profissão Repórter é um programa jornalístico produzido e exibido pela  Rede Globo. Vai ao ar nas noites de terça-feira.
Originalmente foi criado como um quadro do programa Fantástico, tornando-se um programa fixo na emissora em 2008.
O programa é reprisado pelo canal a cabo Globo News aos sábados e domingos.
Formato
Caco Barcellos e uma equipe de jovens repórteres vão às ruas, juntos, para mostrar diferentes ângulos do mesmo fato, da mesma notícia. Cada repórter tem sempre uma missão a cumprir, o que envolve tarefas tanto na realização da reportagem ao vivo quanto na finalização da mesma. 

quarta-feira, 15 de abril de 2015

ABRE O OLHO ZÉ ALBERTO: MPMA ajuíza ação para evitar promoção pessoal

Mal assessorado, prefeito de Bacabal
é alvo de ação do MPMA
O Ministério Público do Maranhão (MPMA), por meio da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Bacabal, ajuizou, em 14 de abril, Ação Civil Pública Inibitória, com Pedido de Tutela Antecipada, solicitando que o prefeito José Alberto Veloso abstenha-se do uso de elementos que vinculem a realização de obras e atividades do Município de Bacabal à pessoa do gestor.

Na ação, formulada pelo promotor de justiça Lindemberg Vieira, o MPMA também requer que sejam retirados, no prazo de 15 dias, nomes, símbolos, imagens e/ou slogan, de obras, publicidade, propagandas, sites e programas municipais, que possam caracterizar promoção pessoal do prefeito.

O objetivo é obrigar o Município de Bacabal a cumprir os princípios da moralidade e da impessoalidade na administração pública, contidos no artigo 37 da Constituição Federal.

De acordo com o representante do MPMA, o Município de Bacabal costuma promover a imagem de seus gestores, especialmente, do prefeito, desrespeitando o princípio constitucional da impessoalidade. Ainda segundo Lindemberg Vieira, o MPMA encaminhou, em março deste ano, Recomendação tratando do assunto, mas não houve resposta.

“A publicidade de atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deve ter caráter educativo, informativo ou de orientação. Não pode conter nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos”, explica o promotor. Ele esclarece, ainda, que a Lei Orgânica de Bacabal prevê o brasão oficial como símbolo oficial do município.

O MPMA requer que o Poder Judiciário estipule a multa por descumprimento das solicitações da ação em R$ 100 mil diários.

Em março desse ano a Promotoria de Justiça de Bacabal já havia recomendado ao prefeito José Alberto Veloso para que evitasse divulgar material publicitário de promoção pessoal, porém, até o momento a sua Assessoria de Comunicação insiste na prática vedada pelo Artigo 37 da Constituição Federal.

Prefeitura divulga programação do aniversário de Bacabal

Italo Gomes Advocacia

Italo Gomes Advocacia