PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

BANNERS-novembro-4.gif

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

BEC faz amistoso neste sábado (25) e Prefeitura de Bacabal inicia melhorias no Estádio Correão visando a campanha do leão no estadual 2018



Depois de muitas comemorações pelo título da segunda divisão do Campeonato Maranhense de Futebol 2017 e pelo retorno à divisão de elite, feitos conquistados no último dia 15 de novembro na cidade de Timon, contra os donos da casa, o Bacabal Esporte Clube volta a se reencontrar com sua apaixonada torcida.

Às 16 horas deste sábado (25) o Leão do Mearim enfrenta, no Estádio Correão, o selecionado de Codó, no “jogo das faixas”.
Já visando a campanha do BEC durante o campeonato da 1ª divisão do estadual, que se inicia no dia 21 de janeiro de 2018 diante do Sampaio Corrêa, em nossa capital, a Prefeitura de Bacabal, através do Departamento de Iluminação Pública e da Secretaria de Desportos e Lazer, está recuperando o sistema de refletores do estádio municipal e outras melhorias estão programadas para que atletas, imprensa e torcedores possam dispor de uma estrutura adequada para o espetáculo futebolístico.

LEIA TAMBÉM:

BEC é campeão maranhense da segunda divisão e retorna à elite em 2018

Autoridades se juntam aos torcedores e jogadores na comemoração pelo título do BEC que em 2018 sonha com mais apoio

'Acerto de contas' deixa um homem morto e outro gravemente ferido em Alto Alegre do Maranhão



Jheyson (à esq) morreu no local com uma faca cravada no
corpo e 'Douglinhas' foi preso ao buscar socorro.
Por volta das 11 horas desta sexta-feira (24) uma briga travada entre dois homens utilizando armas brancas e de fogo acabou com um dos envolvidos sendo morto com uma faca cravada no peito, além de várias outras facadas pelo corpo.

A vítima foi identificada como Jheyson Francisco dos Santos, de 18 anos.

O acusado de cometer o crime fugiu, mas foi localizado momentos depois ao procurar socorro em uma unidade de saúde de Alto Alegre do Maranhão, onde ocorreu o caso.

Maycon Douglas Paulino de Sousa, de 23 anos, conhecido como ‘Douglinhas’, e que já responde por outros crimes, tendo inclusive, cumprido pena recentemente, foi ferido por um tiro na cabeça, outro no pescoço, e por um golpe de foice no braço.
Sargento J. Costa e os Cabos Eugênio e Manoel deram
voz de prisão ao acusado.
A briga ocorreu na rua do Sigilo e, de acordo com o que populares repassaram à polícia, os dois envolvidos tinham rixas e sempre falavam que acertariam as contas.

A polícia ainda procura por um terceiro envolvido na briga.
‘Douglinhas’ estava preso há menos de 1 mês, quando acabou ganhando da justiça o direito de responder pelos crimes em liberdade. 

Policiais acusados de motim em Bacabal são absolvidos


Com informações do imirante.com
Foram absolvidos os 16 praças (soldados, cabos e sargento) da Polícia Militar do Maranhão julgados, nesta sexta-feira (24), na Auditoria da Justiça Militar, no Fórum Des. Sarney Costa, em São Luís, acusados dos crimes de motim e constrangimento ilegal, que teriam ocorrido em janeiro de 2016, no quartel do 15º BPM, em Bacabal, onde são lotados. 

O Conselho Permanente de Justiça, por unanimidade de votos, julgou improcedente a denúncia, absolvendo os policiais.

ENTENDA O CASO:

Caso que envolveu ex-comandante do 15º BPM levará parte da tropa ao banco dos réus

VIROU ROTINA: Micro-ônibus com universitários é alvo de assaltantes e tiros são disparados



Lataria do micro-ônibus foi atingida.
Alunos de três instituições de ensino superior de Bacabal, que residem no município de Pio XII, denunciam que na noite desta quinta-feira (23), por volta das 22h30, o micro-ônibus em que estavam retornando para casa, após assistirem aula, foi abordado por três meliantes armados que utilizaram uma motocicleta para se aproximarem da janela do motorista e obriga-lo a parar.

No entanto, temendo pelo pior, o mesmo tomou uma atitude desaconselhada, acelerando e, por sorte, conseguindo escapar. Cinco disparos foram efetuados em direção do veículo, sendo que uma das alunas por muito pouco não foi atingida na cabeça.

Ainda segundo os alunos, os meliantes perseguiram o micro-ônibus por cerca de 10 quilômetros.

Apesar do susto, ninguém sofreu qualquer ferimentos, já os meliantes conseguiram fugir sem serem identificados.

A tentativa de assalto ocorreu no trecho da rodovia BR-316, próximo ao antigo posto fiscal do povoado Caxuxa, em Alto Alegre do Maranhão.

Os alunos narram que são constantes assaltos e tentativas e, se, nenhuma medida for tomada pelos responsáveis pela Segurança Pública, logo ocorrerá uma tragédia. “Estamos nos sentindo inseguros, até mesmo para ir estudar, queremos a segurança que o país está incumbido de oferecer. Talvez se tomem alguma providência depois que vidas forem ceifadas”, disse um dos alunos que também estava no micro-ônibus.

Comunidade da Vila São João ganhará um novo poço tubular, além do que já está sendo perfurado pelo SAAE de Bacabal


Florêncio Neto (à esq), deputado Carlinhos Florêncio
e o diretor Ramon Braga.
Ciente que retornará o quanto antes a ocupar o cargo que lhe é de direito e foi outorgado democraticamente pelo povo, o prefeito de Bacabal, Zé Vieira (PP), continua atento aos atos adotados pela administração pública do município visando melhorar a qualidade de vida dos moradores.

No que tange ao abastecimento de água, ele tem diuturnamente exigido da direção do SAAE que tome medidas enérgicas para evitar que a crise hídrica que assola boa parte do país cause muitos transtornos aos consumidores, para tanto, a comunidade do bairro Vila São João, que já está sendo agraciada com a perfuração de um novo poço tubular, a pedido de Zé Vieira ganhará outro, esse na rua 07.

A perfuração do segundo poço será iniciada assim que o primeiro, na rua 10, esteja pronto e atendendo as necessidades.
Autoridades visitando o Sistema de Captação de Água.
O vice-prefeito Florêncio Neto (PHS), que atualmente responde pela titularidade do executivo, esteve, na manhã desta sexta-feira (24), acompanhado do diretor do SAAE, Ramon Braga, do deputado estadual Carlinhos Florêncio (PHS), de vereadores e secretários municipais, visitando in loco os trabalhos desenvolvidos pelo órgão. Eles foram a Vila São João, e nos sistemas: de Captação de Água, na localidade conhecida como Curva do Anum; e de Distribuição de Água Tratada, na rua Teixeira de Freitas.
... No Sistema de Distribuição de Água Tratada.
... No Sistema de Distribuição de Água Tratada.
Assim como Zé Vieira, Florêncio Neto sempre faz questão de ressaltar o valoroso trabalho de toda a equipe comandada pelo jovem Ramon Braga e, na recente visita, reafirmou a confiança que a administração municipal deposita em sua gestão.

LEIA TAMBÉM: 

SAAE inicia perfuração de poço tubular na Vila São João, em Bacabal

Polícia procura paradeiro de dupla acusada de falsificar e reter documentos de idosos



A Delegacia de Polícia Civil de Peritoró-MA informa que se encontram na condição de foragidos da justiça Maria Evarista Queiroz Batista, conhecida como "Maria da Eurides", e Roberto Machado Rodrigues, por sucessivos crimes de falsificação e retenção de documentos de idosos.

Qualquer informação sobre o paradeiro dos mesmos poderá ser repassada pelos telefones: (99) 3649-1114 ou (99) 99216-4392 (WhatsApp).

Caso que envolveu ex-comandante do 15º BPM levará parte da tropa ao banco dos réus


É previsto para a manhã desta sexta-feira (24), no Fórum Desembargador Sarney Costa, em São Luís, o julgamento de 16 policiais militares lotados no 15º BPM, sediado em Bacabal, acusados de motim, revolta, constrangimento ilegal, incitamento, entre outras, que podem leva-los à pena de 6 a 20 anos de prisão.

O caso se refere ao ocorrido na manhã do dia 8 de janeiro de 2016 quando o então comandante do batalhão, Tenente-coronel Miguel Neto, teve um desentendimento com a tropa, que, em função da insatisfação gerada após algumas medidas adotadas pelo comando, permaneceu no quartel e recolheu as viaturas das ruas.

Tal decisão, que contou com total e irrestrito apoio da Associação dos Policiais Militares da Região do Médio Mearim – ASPOMMEM, por pouco não teve um desfecho trágico.

Vídeo e ameaças
Tido pelo Tenente-coronel Miguel Neto como um dos líderes do movimento reivindicatório, o policial Ney Fernandes Bandeira (Cabo Bandeira) foi convocado a comparecer no gabinete do comandante, o que foi prontamente feito, porém, cauteloso com a reação que o seu superior poderia vir a ter, já que por inúmeras oportunidades ele deu demonstrações de perder o controle emocional diante de alguns fatos, o policial se fez acompanhar do advogado Juscelino Freitas Mendes, representando a associação da categoria.

Como o comandante insistentemente pedia que o advogado se retirasse do gabinete ou determinaria que fosse retirado à força, o policial resolveu registrar a conversa. Ao perceber, Tenente-coronel Miguel Neto partiu para cima com uma arma de fogo em punho e apontado para a cabeça de Cabo Bandeira. Aos gritos, exigia que o vídeo fosse apagado.

Para evitar que tanto o policial como seu advogado saíssem da sala, o comandante bateu bruscamente a porta do gabinete, mas diante da confusão que também foi presenciada pelo policial F. Gomes, na época presidente da Associação dos Policiais Militares da Região do Médio Mearim, outras pessoas intercederam e conseguiram evitar que algo mais grave acontecesse, como um tiro ser disparado.

Em estado de choque e na companhia do advogado e dos colegas de farda, Cabo Bandeira foi encaminhado ao Pronto Socorro Municipal e, em seguida, a Delegacia do 1º Distrito Policial onde o advogado Juscelino Farias registrou um boletim de ocorrência. O vídeo feito no gabinete do comandante também foi entregue ao delegado.

Consequências
Um dia após o ocorrido, que teve repercussão nacional, membros da diretoria da Seccional Maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil vieram a Bacabal tratar assuntos relacionados ao caso. “O advogado é inviolável no exercício da profissão. O ataque praticado contra o advogado e o seu constituinte atinge a todos os advogados bem como o próprio Estado de Direito”, enfatizou o presidente da OAB/MA, Thiago Diaz.

O começo de tudo

Anteriormente, ainda em março de 2015, a divulgação de trechos da gravação de diálogos do comandante do 15º BPM com alguns de seus subordinados, quando da realização de uma festa no “Caipirão”, expões a grave situação. Na oportunidade Miguel Neto manteve contato com o titular do blog para contar sua versão dos fatos e acusou alguns policiais de estarem fazendo complô para prejudica-lo.

Ainda de acordo com o comandante, a insatisfação desse determinado grupo seria em razão de medidas adotadas por ele visando evitar que os mesmos continuassem a cometer abusos, e cita alguns exemplos, como maltratar e atender mal a comunidade, usar as viaturas para resolver demandas particulares. O que teria gerado inúmeras reclamações por parte dos cidadãos.

A coibição dessa prática seria então, no entender do comandante, o verdadeiro motivo de está sendo perseguido.

Por tudo isso os policiais que encabeçaram o aquartelamento em janeiro de 2016, que culminou na discussão acalorada no interior do gabinete do comandante, sentarão no banco dos réus nesta sexta-feira (24).

Morte do comandante

O tenente-coronel Miguel Gomes Neto, que já não estava à frente do 15º BPM de Bacabal, acabou recorreu ao suicídio na manhã do dia 11 de junho desse ano após atirar e matar a própria esposa. De acordo com informações, o casal estava no município de Barreirinhas, onde a agente penitenciária Clodiany Carvalho Garcia era mantida em cárcere privado.

Policiais militares teriam chegado ao local ao receber denúncias de vizinhos, o tenente-coronel chegou a entregar a arma de fogo que usava para ameaçar a esposa, porém, quando ela já se encontrava dentro da viatura Miguel Neto se reaproximou e sacou uma pistola que carregava dentro de uma sacola.

Sem chance nenhuma de defesa, a vítima foi atingida na cabeça e no pescoço, em seguida, Miguel Neto atirou contra si.
RELEMBRE ALGUNS CASOS:

Comandante do 15º BPM perde novamente o controle e ameaça policial com uma pistola





quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Polícia Civil prende jovem acusado de roubo em Bacabal


Investigadores da 16ª Delegacia Regional de Bacabal cumpriram, nesta quinta-feira (23), mandado de busca e apressão em desfavor de Lucas Leite de Sousa, hoje com 18 anos,  morador da rua Tavares e Moura, bairro Esperança, e,m Bacabal, acusado do crime de roubo cometido ainda quando era de menoridade.

Segundo a polícia, ele responde a cerca de 8 processos por crimes semelhantes.

BACABAL: Jovem suicida deixa carta pedindo perdão aos pais e implorando para que a deixem morrer



A razão que motivou a jovem a cometer suicídio ingerindo substância venenosa ainda não ficou clara, pelo menos para quem não fazia parte dos seus ciclos familiar e de amizade, mas, o que se tem visto comentar é que a frustração com um relacionamento amoroso e a depressão seriam as causas, porém, nenhuma possibilidade é citada em uma carta que R. L., de 20 anos, moradora de Bacabal,  deixou para os pais.

O manuscrito ao que o blog teve acesso se atém exclusivamente a pedidos de perdão pelo ato e declarações de amor aos pais. “Mãe e Pai, eu sempre vou amar vocês, perdão por não ter sido uma boa filha, perdão por tudo”.

R. L. também diz que precisa que seus pais fiquem bem e que nada foi por culpa deles. “Vocês foram os melhores pais do mundo, eu tive sorte de ter vocês na minha vida. Nada foi culpa de vocês, quero que saibam”.

No final da carta a jovem deixa claro que realmente estava disposta a dar cabo da própria vida e chega a fazer um apelo. “Se eu por acaso não morrer [depois de ingerir o veneno] e tiver de ficar dependente de alguma forma, eu não quero. Quero que façam o que for preciso para que eu morra e não prolongue meu sofrimento. Eu imploro”.

R. L. havia ingerido veneno há alguns dias e, desde então, se encontrava hospitalizada. Ela faleceu na terça-feira (21) e foi sepultada nesta quarta, dia 22.

De acordo com os dados do primeiro boletim epidemiológico sobre suicídio, divulgado no último dia 21 de setembro pelo Ministério da Saúde, o suicídio é a quarta maior causa de morte de jovens entre 15 e 29 anos no Brasil. que mostram ainda que, em 2015, 65,6% dos óbitos nessa faixa etária foram por causas externas: violências e acidentes. A divulgação fez parte das ações do Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção ao suicídio.

O oficial de justiça aposentado Ivo Oliveira Farias, perdeu a filha Ariele para o suicídio em 2014, quando ela tinha 18 anos de idade. Ele superou o tabu e a vergonha e hoje fala abertamente sobre o suicídio da filha e a importância da prevenção. “As pessoas não se matam porque querem morrer, mas para acabar com a dor, não para matar a vida. [Para eles], a única alternativa de parar de sofrer é morrendo, elas querem acabar com a dor da depressão, do significado da existência. Elas estão em uma situação da qual não encontram uma saída e aí elas saem da vida como forma de resolver o problema”, disse.

Para ele, é preciso falar cotidianamente sobre suicídio, “até na mesa do bar”. “Aquela pessoa que está vivendo o drama, pode encontrar um caminho ali para buscar uma ajuda. A gente tem que conversar com as pessoas. Quando uma pessoa diz que quer se matar, a gente tem que acreditar. A maioria dá sinal, 9 em cada 10 dão sinal”, ressaltou.

Segundo a psicóloga e coordenadora do Instituto Vita Alere de Prevenção e Posvenção do Suicídio, Karen Scavacini Karen, os sinais de alerta muitas vezes só fazem sentido depois da morte e são muito complexos de serem observados e entendidos. Entretanto, ela mostrou preocupação com o aumento do suicídio entre jovens. Segundo Karen, é importante lembrar que o cérebro só termina de se formar aos 21 anos e que os jovens têm mais impulsividade, menor autocontrole e menor consciência crítica.

Temos visto jovens que não têm tolerância à frustrações, fazendo alto uso de álcool de drogas, jovens isolados”, disse ela, explicando que as redes sociais são umas das causas desse isolamento e frustração. “Por mais que haja um contato virtual, o contato significativo tem diminuído. E tudo que ele vê no Facebook e na rede social, ele acha que é verdade e compara com a própria vida, porque nas redes sociais todas as pessoas aparentam estar feliz sempre”, disse.

CIRURGIÃO VASCULAR: Dr. José Carlos Portela explica sobre a Escleroterapia e a necessidade de avaliação médica



Uma dúvida frequente entre as mulheres que estão em busca de um tratamento estético para varizes é se há mesmo a necessidade de uma avaliação médica antes do tratamento

Muitos pacientes acham desnecessário, porém é muito importante, pois é nela que o médico o conhece, identifica suas queixas, assim como as doenças preexistentes, avalia com detalhe cada caso (pois um paciente é único) e então junto com o paciente decide qual o melhor tratamento.
Essa paciente do vídeo, além das telangiectasias (vasinhos), tem uma veia (“veia mãe”) que necessita ser tratada também para que se tenha um resultado final melhor e mais duradouro, e isso apenas com uma avaliação e com equipamentos apropriados é identificada, inclusive às vezes com ultrassom doppler das veias.

A clínica dr. Mauricio Carvalho dispõe do médico especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular , Dr. José Carlos Portela, sendo esse o especialista indicado para tratamento de varizes, tromboses, úlceras e telangiectasias ou microvarizes.

Agende sua consulta!
(99) 98219-1212 | 99108-4165 | 3621-7780
Rua Magalhães de Almeida nº 606 - Centro
Bacabal-MA
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...